Utilizar colete de peso em treinos para maratona não é uma estratégia interessante.

treino_em_foco_treinos_para_maratona_

Adicionar um colete de peso em indivíduos que estão realizando treinos para maratona gerará uma maior sobrecarga aguda sobre o sistema cardiovascular e ventilatório. Analisando por esse lado, potencialmente esse aumento na sobrecarga fisiológica aguda sobre esses sistemas, principalmente o cardiovascular, poderá gerar maiores níveis de adaptações fisiológicas crônicas sobre o mesmo. Ou seja, a adição do colete de peso poderá gerar adaptações cônicas ao sistemas cardiovascular que melhorarão a aptidão aeróbia do indivíduo e consequentemente o seu desempenho.

Todavia, é importante salientar que treinos para maratona são na sua grande maioria realizados com grande volume, ou seja, o indivíduo em cada treino percorrerá vários quilômetros. Dessa forma, a adição de um colete de peso poderá gerar uma forte sobrecarga sobre o aparelho locomotor por um longo período, já que na maioria das vezes para realizar os vários quilômetros são necessárias algumas horas de treinamento. Diante disso, esse indivíduo poderá sofrer uma sobrecarga excessiva sobre articulações, tendões e ligamentos, principalmente do quadril, joelho e tornozelo. Portanto, diante do apresenta acima a utilização de um colete de peso para realizar treinos para maratona deverá ser desencorajada pelos personais traines.

Links relacionados ao seu guia de estudo sobre o tema:

Ao visualizar uma vídeo aula do Treino em Foco da série Fisiologia do Treino, o seguidor Tiago teve uma ideia de estratégia de treinamento para aplicar ao seus cliente que visa realizar treinos para maratona. Qual a ideia do Tiago?

O seguidor Tiago ao visualizar e analisar uma postagem antiga do Treino em Foco sobre a repercussão do aumento da massa corporal, através da adição de um colete de peso, na sobrecarga cardíaca, ou seja, mais especificamente na variável cardiovascular Frequência Cardíaca (FC), teve uma ideia. O Tiago tem um cliente que visa melhorar sua aptidão cardiorrespiratória para realizar uma prova de maratona. Diante disso, Tiago teve como ideia adicionar um colete ou jaqueta de peso no seu cliente nos seus treinos para maratona.

A justificativa do seguidor Tiago é, pois como foi apresentado na vídeo aula do Treino em Foco que a adição do colete de peso produz uma maior sobrecarga no sistema cardiovascular (pós quando o professor João Moura adicionou o colete de peso a sua massa corporal a resposta da FC foi maior), ele (Tiago) raciocinou que ao adicionar esse colete de peso no seu cliente geraria maior estresse cardiovascular e, consequentemente maiores níveis de adaptações fisiológicas crônicas. Com isso, potencialmente melhorando aptidão cardiorrespiratória do seu cliente.

Diante disso, o questionamento do Tiago para o Treino em Foco foi se é uma estratégia viável, adicionar um colete de peso nos treinos para maratona do seu cliente.

sobrecarga_corporal_treino_em_foco_resposta_frequencia_cardiaca

É interessante adicionar um colete de peso nos treinos para maratona de um indivíduo?

O Treino em Foco entende que adicionar um colete de peso a um indivíduo que está realizando treinos para maratona não é uma estratégia interessante. No vídeo do experimento realizado pelo Treino em Foco, o objetivo principal foi mostrar para os seguidores qual a sobrecarga cardíaca, particularmente sobre a FC, quando um cliente aumenta a sua massa corporal em 10Kg, sendo ela de gordura ou massa muscular. Entretanto, adicionar um colete de peso, por exemplo de 10 Kg, em indivíduos que estão realizando treinos de 5 quilômetros, 10 quilômetros ou até mesmo 20 quilômetros passa a não ser um estratégia interessante.

Por que não é interessante adicionar um colete de peso em um indivíduos que estão realizando treinos para maratona?

Ao adicionar o colete de peso a massa corporal do indivíduo além de gerar uma maior sobrecarga cardíaca e ventilatória, o que até pode ser benéfico para a melhora da aptidão cardiorrespiratória, irá ser gerado sobre o aparelho locomotor um aumento de sobrecarga. Ou seja, as articulações principalmente de quadril, joelho e tornozelos sofreram um grande aumento de sobrecarga gerada pelos 10Kg do colete de peso.

Dessa forma, reforçando, a adição de um colete de peso de 10Kg pode até produzir uma melhora nos níveis cardiorrespiratórios, entretanto, os ligamentos, tendões e as articulações como um todo sofreram um grande aumento de sobrecarga. Diante disso, isso pode passar a não ser benéfico para seu cliente, pois poderá gerar algumas dores articulares e consequentemente atrapalhando o rendimento do mesmo nos treinos para maratona.

treinamento_aerobio_treinos_para_maratona_treino_em_foco

Qual a proposta que o Treino em Foco traz para os personais trainers que aplicam treinos para maratona em seus clientes visando melhora da aptidão cardiorrespiratória?

Diante do apresentado acima no texto, o Treino em Foco traz duas propostas para os personais trainers que visam variar os estímulos nos seus clientes que realizam treinos para maratona.

A primeira proposta é realizar algumas sessões de treino na areia da praia. Ou seja, o cliente realizaria os seus cinco, 10 ou 20 quilômetros de corrida na areia. Seria interessante que esses treinos para maratona na areia da praia, fosse realizado na parte aonde a mesma (areia) encontra-se mais fofa. Pois com isso, será gerado uma maior sobrecarga fisiológica durante o treinamento sobre os sistema cardiovascular, ventilatório e também muscular.  A segunda proposta, caso o personal trainer não tenha um acesso fácil a praia, seria realizar alguns treinos para maratona em um campo de futebol de grama. Nessa proposta seria interessante que o personal trainer seleciona-se um campo de futebol aonde a grama estivesse mais alta e fofa. Pois com isso, ele (personal trianer) conseguirá produzir uma maior sobrecarga sobre os sistemas fisiológicos, principalmente, cardiovascular, ventilatório, muscular e articular.

Com essas duas estratégias proposta pelo Treino em Foco, potencialmente o personal trainer estará aplicando doses de cargas de esforços nos treinos para maratona de uma forma mais segura, pensando principalmente a nível do aparelho locomotor.

treinos_para_maratona_sobrecarga_de_peso_treinamento_aerobio_treino_em_foco

Em quais situações é interessante o personal trainer aplicar o colete de peso nos treinos do seu cliente?

A aplicação de um colete de peso é interessante ser aplicado por exemplo em treinamentos que visam a melhora dos níveis de potência e agilidade. Todavia, esse aumento da massa corporal através do colete de peso em clientes que visam a melhoras dos níveis dessas valências biomotoras deverá primordialmente ser realizada de forma paulatina. Pois, como citado acima no texto a adição do colete peso produzirá um aumento da sobrecarga também sobre o aparelho locomotor, ou seja, articulações, ligamentos e tendões.  Portanto, é necessário que o personal trainer faça um avaliação minuciosa da condição física do seu cliente antes de utilizar a estratégia da adição do colete de peso.

Links relacionados ao seu guia de estudo sobre o tema:

Seguidores, não percam a vídeo aula de hoje e analisem as orientações do professor João Moura sobre utilização do colete de peso em treinos para maratona.