Como fazer para CORRIGIR assimetria muscular de Trapézio e  Latíssimo do Dorso ou Grande Dorsal?

 

Quais EXERCÍCIOS devo fazer para corrigir assimetria muscular de Trapézio e Latíssimo do Dorso ou Grande  Dorsal?

Hoje vamos AVALIAR dois pontos específicos de assimetria muscular, na musculatura de Trapézio Superior, pois muito dos nossos seguidores colocaram que apresentam assimetrias musculares nessa região, e também no Latíssimo do dorso, ou Grande Dorsal, nessa região também uma quantidade significativa de SEGUIDORES relataram pelas nossas mídias sociais que apresentavam assimetria muscular entre o lado direito e esquerdo do músculo Latíssimo do Dorso. Então hoje ABORDAREMOS sobre assimetria muscular em Trapézio mais especificamente na sua região superior e Latíssimo do Dorso ou Grande Dorsal.

Lembrando que o caso hoje que será ABORDADO é uma assimetria muscular exclusivamente PROPORCIONADA pelo trabalho de AVM, ou seja, aumento de volume muscular processo hipertrófico, então algo nesse PROCESSO HIPERTRÓFICO foi feito que gerou uma assimetria muscular. No caso do músculo Latíssimo do Dorso, um ponto IMPORTANTE para ser verificado antes, é observar se não ocorre nesse indivíduo uma Escoliose, porque dependendo do grau de uma possível Escoliose principalmente se for em C, pode dar uma FALSA imagem vista de costas que o indivíduo apresenta uma assimetria muscular, enquanto na verdade pode ser que não esteja ocorrendo uma assimetria muscular de VOLUME MUSCULAR do músculo Latíssimo do Dorso,  visualmente parece ocorrer porque o indivíduo apresenta uma Escoliose, e isso gera visualmente essa PERCEPÇÃO de assimetria muscular.

Então antes de começar um TRABALHO COMPENSATÓRIO visando a busca da correção dessa possível assimetria muscular, é importante no caso do Latíssimo do Dorso, verifica se o indivíduo não apresenta uma Escoliose de COLUNA VERTEBRAL, que nada mais é do que, uma inclinação da coluna vertebral para o lado esquerdo ou direto, perdendo a VERTICALIZAÇÃO ideal da coluna vertebral. Como já colocamos em outras postagens também, o fundamental no PRIMEIRO MOMENTO é tentar identificar o fator causa, lembrando que vamos atacar de uma forma corretiva, ou seja, tentar realizar um trabalho compensatório CORRETIVO, porém, se não atacarmos o FATOR CAUSA, a probabilidade dessa assimetria muscular voltar é grande, já que o fator que está causando essa assimetria muscular não foi identificado e não foi corrigido.

Procure junto com seu professor de EDUCAÇÃO FÍSICA, o profissional que coordena seu treinamento, tentar identificar qual o fator causa, se é algum EXERCÍCIO, ou uma técnica equivocada, é um EXERCÍCIO UNILATERAL que você trabalha com maior eficiência um lado do que o outro lado, então é importante identificar esse aspecto inicialmente para corrigir a assimetria muscular.

Mantendo o TRABALHO MUSCULAR BILATERAL já realizado deverá ser introduzido um trabalho unilateral compensador com quilagem, repetições e séries adequadas ao Aumento do Volume Muscular (AVM) na região de déficit de desenvolvimento. A seleção dos exercícios que atuaram unilateralmente e a técnica correta de execução são fundamentais para a correção da assimetria sem gerar uma nova assimetria adicional em outra região corporal.

 

Então SEGUIDOR do Treino em Foco, se você está com assimetria muscular no trapézio e no Latíssimo do Dorso ou Grande Dorsal, NÃO PERCA o vídeo de hoje