Qual feixe do peitoral participa da extensão do ombro?

Please log in or register to like posts.
Vídeo

A porção/feixe esternocostal atua na extensão glenoumeral ou do ombro.

Treino_em_foco_peitoral_inferior_esternocostal

Quais os pontos de origem e inserção do músculo peitoral maior?

As fibras que constituem o músculo peitoral maior não apresentam a mesma direção e sentido. Dessa forma, do ponto de vista cinesiológico o peitoral maior é “dividido” em três porções ou feixes de fibras. Ou seja, em porção/feixe clavicular, esterno e costal.  Cada uma dessas porções/feixes do peitoral maior apresentam um ponto de origem e inserção diferentes. A seguir no texto, será descrito os pontos de fixações (origem e inserção) de cada porção/feixe do peitoral.

A porção/feixe clavicular do peitoral tem sua origem localizada na metade medial da clavícula. Já sua inserção está localizada na crista do tubérculo maior do úmero. Assim, as fibras da porção/feixe clavicular apresentam uma direção horizontal com um sentido obliquo.

A porção/feixe esternal tem sua origem localizada no osso esterno e nas cartilagens da primeira a quinta costelas. A sua inserção está localizada também no crista do tubérculo maior do úmero, porém em uma região mais medial em relação a inserção da porção/feixe clavicular que encontra-se mais inferior.  Dessa forma, as fibras que constituem essa porção/feixe estão em uma direção horizontal e com um sentido mais oblíquos para cima. Já as fibras mais superior estão em um sentido oblíquo e para baixo nas fibras mais inferior dessa porção/feixe do peitoral.

Por fim, a porção/feixe costal tem sua origem localizada na aponeurose do músculos obliquo externo e na cartilagem da sexta costela. Já sua inserção está localizada como as outras porções/feixes na crista do tubérculo maior do úmero porém, em uma posição superior em relação a inserção da porção /feixe costal e clavicular. Já sua fibras encontra-se em um sentido oblíquo de cima para baixo.

Diante desses pontos de origem e sentido das fibras diferentes entre essas porções/feixes do peitoral maior participarão de movimentos diferentes da articulação glenoumeral. Na sequência do texto será descrito o movimento em que a porção/feixe inferior tem capacidade de produzir.

Quais os movimentos que a porção/feixe esternocostais ou fibras inferiores produzem?

O músculo peitoral como um todo é motor primário do movimento de adução horizontal dos ombros e rotação medial do ombro em sinergismo com os músculos latíssimo do dorso, deltoide feixe clavicular/anterior, redondo maior e subescapular. Ou seja, quando realiza-se o movimento de adução horizontal do ombro será solicitado todas as porções/feixes do peitoral maior.

Treino_em_foco_peitoral_inferior_esternocostal

Analisando especificamente a porção/feixe esternocostal, além de participar dos movimentos de adução horizontal e rotação medial do ombro, também participar de outro movimentos. Ou seja, terá um significativa participação no movimento de adução frontal do ombro em sinergismo a porção/feixe esternal do peitoral, latíssimo do dorso, redondo maior, coracobraquial e bíceps braquial cabeça curta. Além disso, também atuará no movimento de extensão do ombro em sinergismo com o deltoide posterior, latíssimo do dorso, redondo maior e tríceps braquial cabeça longa.

Treino_em_foco_peitoral_inferior_esternocostal

Mas, por que a porção/feixe esternocostal participa da extensão glenoumeral?

Para entender o porquê deste comportamento é necessário relembrar da relação eixo e posição das fibras. Ou seja, na extensão glenoumeral o plano é o sagital e o eixo latero lateral. Assim, todos os músculos que tem as suas fibras posicionadas abaixo deste eixo, terão a capacidade de auxiliar para realizar a extensão do ombro, é o que ocorre com a porção/feixe esternocostal quando o ombro está flexionado. Portanto, o que possibilita esta porção/feixe de auxiliar na extensão.

Entretanto, é necessário ter em mente que o músculo motor principal para a extensão glenoumeral ou do ombro é o latíssimo do dorso, assim a porção/feixe esternocostal é apenas sinergista.

Qual a aplicação do ponto de vista prático?

Portanto, quando o cliente realizar o exercício de Crossover com as manoplas na parte alta do mesmo e tracionando o membro superior par abaixo, ou seja em uma adução frontal, ocorrerá um significativo acionamento da porção/feixe inferior ou esternocostal do peitoral maior.

No entanto, também em exercícios que tem como o foco principal treinar latíssimo do dorso como no pulldown com o tronco reto ou inclinado, pullôver também ocorrerá uma significativa ação da porção/feixe esternocostal ou inferior do peitoral maior.

Alunos, analisem a vídeo aula!!!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *