Você EXECUTA em sua rotina de musculação, o exercício de ROSCA ALTERNADA para bíceps braquial?
Ou, você PRESCREVEU para seu cliente a ROSCA ALTERNADA na rotina de treinamento de BÍCEPS?
Então, de QUE FORMA você executa esse exercício?
Você SABIA que o exercício de rosca alternada, pode ser EXECUTADO de DUAS FORMAS?
Quer saber quais as DIFERENÇAS , entre essas duas formas de EXECUÇÃO? E qual a MAS ADEQUADA?

É COMUM nas academias, os praticantes executarem em sua rotina de treinamento para BÍCEPS BRAQUIAL , o exercício considerado o “clássico”, a ROSCA ALTERNADA DE COTOVELO COM HALTERES.
No momento da execução desse exercício, o individuo deve estar em pé com um AFASTAMENTO DOS PÉS da LARGURA aproximadamente dos QUADRIS, com uma SEMIFLEXÃO DOS JOELHOS para estabilizar o corpo, mantendo as curvaturas anatômicas e fisiológicas da COLUNA VERTEBRAL PRESERVADAS, e com a CABEÇA ALINHADA, então esse individuo se encontra preparado para EXECUTAR o exercício.

No momento da execução , os praticantes realizam uma FLEXÃO DO COTOVELO, como é uma rosca alternada executa-se UNILATERALMENTE, termina a execução de um braço e para, e passa a executar com o outro braço a flexão do cotovelo. Essa execução sai de uma posição de PRONAÇÃO e entra em SUPINAÇÃO, isso AUMENTA a EFICIÊNCIA do trabalho do BÍCEPS BRAQUIAL, que além de FLEXOR do cotovelo é SUPINADOR do antebraço.

Essa execução  pode ser feita, mais é uma execução MENOS INTENSA,  é nesse momento que podemos realizar uma VARIAÇÃO bem SIMPLES desse exercício, realizando as flexões unilaterais dos cotovelos SEM PAUSA, ou melhor, quando um braço realiza FASE CONCÊNTRICA o outro está realizando FASE EXCÊNTRICA, sem que ocorra as pausas no movimento.

Isso aumenta a INTENSIDADE DO EXERCÍCIO, trazendo tensão muscular sobre os FLEXORES DO COTOVELO, e um deles o BÍCEPS BRAQUIAL recebe tensão o tempo todo durante a execução do exercício, evitando os PONTOS DE DESCANSO, consequentemente tornando o exercício EXTREMAMENTE intenso.
Lembrando que é importante, em um treinamento visando HIPERTROFIA MUSCULAR evitarmos os PONTOS DE DESCANSO.

Então NÃO PERCA, o TEF ANÁLISE DE EXERCÍCIO de hoje, e APRENDA como AUMENTAR a intensidade do seu treinamento de BÍCEPS BRAQUIAL, e obter melhores respostas HIPERTRÓFICAS no seu treino.