Você SENTE ou já sentiu dores na REGIÃO LOMBAR da coluna vertebral?
Você tem algum CLIENTE da academia ou conhecido, que sente DORES na região lombar?
Qual EXERCÍCIO posso fazer na musculação para minimizar ou eliminar essas dores?

Será que o exercício de prancha ventral é INTERESSANTE para indivíduos com dores LOMBARES?

Recebemos uma mensagem do SEGUIDOR José Luciano De Oliveira Cunha, que é militar do corpo de bombeiro, atualmente está fazendo uma especialização, está gostando da área de ciência, mais especificamente da parte de pesquisa, está visando no seu trabalho de MONOGRAFIA explorar o assunto sobre DORES LOMBARES, ENCURTAMENTO de região lombar, lombalgias em uma forma geral.
E uma das DÚVIDAS do seguidor foi: Se é VIÁVEL prescrever o exercício de prancha ventral, para indivíduos com LOMBALGIA.
Ou seja, ele quer saber se o exercício de prancha ventral é INTERESSANTE, ou CONTRAINDICADO para aplicar em indivíduos que tenham potencialmente encurtamento da MUSCULATURA LOMBAR.

Para saber a resposta desse questionamento, precisamos ANALISAR o exercício de prancha ventral, visualizar quais MUSCULATURAS estão atuando, musculaturas que NÃO estão ATUANDO, e se há um potencial RISCO para indivíduos que apresentam lombalgias, lembrando que 80% da população mundial TEVE, TÊM, ou TERÁ dores na REGIÃO LOMBAR da coluna vertebral, então é uma incidência extremamente elevada, esses são dados EPIDEMIOLÓGICOS sobre dores lombares, essas lombalgias podem ter DIFERENTES causas.

Para EXECUTAR o exercício de prancha ventral, o indivíduo deverá se posicionar com os PÉS UNIDOS, pontas dos pés tocando o solo, MANTER o alinhamento da coluna vertebral, mantendo também as CURVATURAS anatômicas e fisiológicas da COLUNA VERTEBRAL, posição das MÃOS da largura dos ombros, porém o indivíduo não ficará exatamente com as mãos, ficará com os ANTEBRAÇOS posicionados no SOLO para oferecer ao executante uma base melhor de EQUILÍBRIO. Para analisarmos a prancha ventral, e a SOBRECARGA, sobre a região lombar da coluna vertebral, teremos que entender como é a AÇÃO DA GRAVIDADE. Observando a ação da gravidade sobre a PELVE do executante, veremos que a pelve estará sendo DIRECIONADA para BAIXO no sentido vertical, justamente pela ação gravitacional, levando o executante a uma HIPERLORDOSE lombar, e HIPEREXTENSÃO da coluna vertebral. Observando a ARTICULAÇÃO do QUADRIL, ocorrerá uma EXTENSÃO do quadril. Então a carga gravitacional na posição da prancha ventral, está gerando uma TENDÊNCIA de movimento de: HIPEREXTENSÃO da coluna vertebral, e ao mesmo tempo uma EXTENSÃO do quadril, a ideia é: que ficamos na posição da prancha ventral e mantermos a posição CONTRA essa TENDÊNCIA de movimento citada acima no texto, lembrando que é PRODUZIDA pela ação gravitacional.

Quais os GRUPOS MUSCULARES lutam contra essa tendência de hiperextensão da coluna vertebral, e extensão do quadril?

Os músculos ANTAGÔNICOS, dentre eles, o mais PODEROSO, que realiza FLEXÃO da coluna vertebral, o RETO ABDOMINAL. Na posição da prancha ventral esse músculo passa a ser ALTAMENTE acionado em contração ISOMÉTRICA, justamente para evitar que ocorra a hiperextensão da coluna vertebral. Ao relaxar e entrar na posição de HIPEREXTENSÃO da coluna vertebral, que é a posição que a GRAVIDADE tende a colocar o corpo do executante, teremos a extensão do quadril. Que outros MÚSCULOS serão acionados para EVITAR a extensão do quadril?
Então ocorre também a contração ISOMÉTRICA dos músculos FLEXORES do quadril: iliopsoas, reto femoral e sartório, durante a prancha ventral EVITANDO que o quadril seja estendido pela ação gravitacional. Podemos concluir que os MÚSCULOS ATUANTES no exercício de prancha ventral para evitar a hiperextensão da coluna vertebral, é PRINCIPALMENTE o reto abdominal, com participação dos OBLÍQUOS, já evitando a EXTENSÃO do quadril, os FLEXORES DO QUADRIL, iliopsoas, reto femoral e sartório.

Vamos agora entender melhor a TENSÃO sobre a região lombar. Utilizando a técnica de ANATOMIA PALPATÓRIA. Podemos notar que a musculatura dos ERETORES da coluna vertebral NÃO estão sendo tensionados no movimento de prancha ventral, PORQUE são musculaturas que geram HIPEREXTENSÃO da coluna vertebral, porém, esse movimento na prancha ventral é gerado pela ação GRAVITACIONAL.
Respondendo agora a pergunta que foi colocada para o Treino Em Foco: A PRINCÍPIO SIM, você PODE PRESCREVER e aplicar o exercício de prancha ventral para indivíduos que apresentem DORES e ENCURTAMENTOS na região lombar da coluna vertebral, pois não está sendo tencionado a região lombar do indivíduo.

Então SEGUIDOR, se você apresenta ou já apresentou dor na região lombar, ou se você conhece alguém que está com esse problema, e quer SABER se posso realizar algum exercício para minimizar essas dores, como a prancha ventral, NÃO PERCA o Análise de Exercício de hoje e tire suas DÚVIDAS.