Posição do ombro – Influência a força do Tríceps?

Please log in or register to like posts.
Vídeo

Como ESTÁ seu treinamento para TRÍCEPS BRAQUIAL?
VOCÊ está executando EXERCÍCIOS ESPECÍFICOS, para essa musculatura?
Ou para seu CLIENTE você PRESCREVE exercícios específicos para o TRÍCEPS BRAQUIAL?
Você CONHECE o exercício de CHUTE DE TRÍCEPS na polia com CORDA?
Dentro da sua ROTINA de treinamento para TRÍCEPS já EXECUTOU ou EXECUTA esse exercício?
Aliás , você SABE como EXECUTAR CORRETAMENTE esse exercício? E ainda conhece a VARIAÇÃO desse exercício?

E por fim, qual o POSICIONAMENTO GLENOUMERAL no momento da execução do CHUTE DE TRÍCEPS e na VARIAÇÃO desse exercício?
Será que EXISTE DIFERENÇA entre os exercícios? Será que a INFLUÊNCIA do posicionamento glenoumeral na produção e FORÇA DE TRÍCEPS BRAQUIAL?

No exercício de CHUTE DE TRÍCEPS, na polia com a CORDA, o executante deve POSICIONAR a altura da POLIA mais ou menos no MEIO do seu CORPO, ou seja, na ALTURA DO UMBIGO. Durante a execução do EXERCÍCIO o executante irá realizar EXTENSÕES E FLEXÕES do COTOVELO, a ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL durante TODA a execução irá se encontrar em uma LEVE EXTENSÃO GLENOUMERAL ou do ombro em relação a posição de ORTOSTASE.

O TRÍCEPS BRAQUIAL em sua CABEÇA LONGA é ADUTORA E EXTENSORA GLENOUMERAL ou do ombro, então como o indivíduo no momento da EXECUÇÃO do CHUTE DE TRÍCEPS se encontra com a ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL em EXTENSÃO para a execução do exercício, a CABEÇA LONGA DO TRÍCEPS BRAQUIAL se encontra mais ENCURTADA. Na VARIAÇÃO desse exercício para TRÍCEPS BRAQUIAL, a ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL irá se encontrar em uma FLEXÃO MAIOR QUE 90º, ENTÃO a CABEÇA LONGA do tríceps não se encontra TÃO ENCURTADA, como na execução ANTERIOR.

Então temos que ENTENDER que na primeira execução no CHUTE DE TRÍCEPS na polia com corda , a ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL se encontra em EXTENSÃO, e na VARIAÇÃO, a ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL se encontra em FLEXÃO, e como a CABEÇA LONGA do tríceps braquial é EXTENSORA GLENOUMERAL, no chute de tríceps ela irá se encontrar MAIS ENCURTADA do que na VARIAÇÃO, aonde a ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL se encontra em FLEXÃO.

Levando em CONSIDERAÇÃO o CICLO ENCURTAMENTO TENSÃO MUSCULAR que nos fala de forma geral que, quanto MAIS ENCURTADO estiver um MÚSCULO, MENOR a sua capacidade de PRODUZIR FORÇA. Então podemos CONCLUIR que no CHUTE DE TRÍCEPS a cabeça longa do TRÍCEPS BRAQUIAL irá se encontrar MAIS ENCURTADA, porque a ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL está em EXTENSÃO,  diminuindo sua capacidade da CABEÇA LONGA do tríceps de PRODUZIR FORÇA. Já na VARIAÇÃO,  a ARTICULAÇÃO GLENOUMERAL está em flexão, e a cabeça longa do TRÍCEPS irá se encontrar MAIS ALONGADA, AUMENTANDO sua capacidade de PRODUZIR FORÇA.

NÃO PERCA o TEF ANÁLISE DE EXERCÍCIO de hoje, e tire todas suas DÚVIDAS sobre o EXERCÍCIO PARA TRÍCEPS, e qual o POSICIONAMENTO GLENOUMERAL e se esse posicionamento terá INFLUÊNCIA sobre a capacidade de PRODUÇÃO DE FORÇA DE TRÍCEPS BRAQUIAL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *