Os músculos do corpo humano são constituídos por diferentes tipos de fibra muscular, as principais são as fibras musculares vermelhas, rosadas e brancas.

fibra_musccular_fibra_vermelha_fibra_branca_treino_em_foco_tipos_de_fibra_muscular

As células ou fibras musculares não apresentam-se unicamente de um tipo. Os músculos do corpo humano são constituídos por diferentes tipos de fibra muscular que se diferem em suas características fisiológicas. Os principais tipos de fibras musculares comentados na literatura são as vermelhas, rosadas e brancas. Entretanto existem outros tipos, porém as mais comentadas e preconizadas na literatura cientifica são os três tipos citados (vermelha, rosada e branca).

As fibras musculares vermelhas apresentam caraterísticas fisiológicas de alta resistência, baixa capacidade de produção de força e, baixa velocidade de contração. Também não respondem bem a treinos de hipertrofia muscular. Dessa forma, são fibras musculares predominamente utilizadas em treinos de resistência muscular (corrida, endurance). Já as fibras musculares brancas apresentam características de alta produção de força e potência muscular e, ainda tem capacidade de contrair-se com alta velocidade. Esse tipo de fibra não são resistentes, ou seja, tendem a fadigar rapidamente. As fibras musculares brancas respondem muito bem a treinamento de hipertrofia muscular. Entre os dois tipos de fibra muscular citados (vermelhas e branca) temos a fibras muscular rosada. Essas fibras musculares tem algumas características fisiológicas tanto da fibras vermelhas como das brancas.

Quais as características dos tipos de fibra muscular no corpo humano?

A célula ou fibra muscular no corpo humano não se apresenta unicamente de um tipo. No corpo humano os diferentes tipos de fibra muscular apresentam diferenças fisiológicas. No programa de hoje da série Fisiologia do Treino apresentaremos os diferentes tipos de fibra muscular utilizando a denominação mais simples, ou seja, fibra muscular vermelha e fibra muscular branca.

tipos_de_fibra_muscular_treino_em_foco_contração_rápida_contração_lenta_fibura_vermelha_fibra_branca

Por que os tipos de fibra muscular são denominados de vermelha e branca?

Mas importante do que entender o porquê do tipo de denominação, é compreender as características fisiológicas de cada tipo de fibra muscular (vermelha e branca).

Quais as características fisiológicas dos tipos de fibra muscular vermelha?

A fibras muscular do tipo vermelha tem características fisiológicas que permitem a ela ser acionada várias vezes e resistir fortemente a fadiga. Por essa característica fisiológica esses tipos de fibra muscular (vermelha) são propícias para realização de treinos de resistência muscular( corrida, endurance, ciclismo de longa distância, maratona). Ou seja, a fibra muscular vermelha consegue realizar várias contrações sem que ocorra um fadiga prematura.
Entretanto as fibras musculares vermelhas tem baixa capacidade de produção de força e potência muscular e, ainda baixa capacidade de velocidade de encurtamento.

Na sequência descreveremos as características fisiológicas das fibras brancas.

tipos_de_fibra_muscular_treino_em_foco_contração_rápida_contração_lenta_fibura_vermelha_fibra_branca

Quais as características fisiológicas dos tipos de fibra muscular branca?

As fibras musculares brancas tem características fisiológicas totalmente diferentes das fibras musculares vermelhas (descrita anteriormente). Ou seja, as fibras musculares brancas não possuem características de resistência. As principais característica fisiológica das fibras musculares brancas é ter uma ótima capacidade de produção de força e potência muscular, além de uma alta velocidade de encurtamento.

fibra_muscular_vermelha_fibra_branca_fibra_contração_rápida_contração_lenta_tipos_de_fibra_muscular

 Quais são as os tipos de fibra muscular que encontram-se entre os tipos de fibra vermelha e branca? E quais suas características fisiológicas?

Os tipos de fibra muscular que encontram-se entre as fibras musculares vermelhas e brancas, são as rosadas. As fibras musculares rosadas tem características fisiológicas que se aproximam tanto das características fisiológicas das fibras vermelhas e brancas. Então, esse três tipos de fibra muscular descritos (vermelha, rosada e branca) embora existam outros, são os mais caracterizados na literatura científica.

De que forma podemos aplicar na prática os conhecimentos das diferenças fisiológicas dos tipos de fibra muscular?

Em um treinamento resistido com pesos (musculação) que um indivíduo esteja realizando na academia, o mesmo realizará o processo de levantamento de pesos(exercícios), aonde será necessário obviamente a produção de força para vencer a resistência (pesos) que estão sendo imposta a um determinado movimento de um exercício qualquer.

Dessa forma, as fibras que melhor respondem a esse trabalho (levantamento de pesos) são as fibras musculares brancas. Ou seja, as fibras brancas são as que melhor respondem ao trabalho de hipertrofia (aumento seu tamanho de secção transversal), porém não são as únicas, pois as fibras musculares vermelhas também responderão adaptando-se ao trabalho de hipertrofia (aumento da secção transversa). Entretanto, a reposta das fibras musculares vermelhas a um trabalho de hipertrofia será mais branda (menor) quando comparada as fibras musculares brancas.

Diante disso, é importante você seguidor saber que os indivíduo nascem com constituição de fibras musculares distintas.

fibra_muscular_contração_rápida_contração_lenta_treino_em_foco_tipos_de_fibra_muscular

Mais o que significa dizer que os indivíduos nascem com constituição de tipos de fibra muscular diferentes? E o que isso refletirá no treinamento visando por exemplo hipertrofia muscular?

Isso significa dizer que um determinado indivíduo poderá ter um alta concentração ou seja, um alto número (porcentagem) de fibras musculares brancas (que respondem melhor ao trabalho de hipertrofia muscular) no músculo peitoral maior  e, ter uma alta concentração de fibras vermelhas no músculo tríceps braquial. O inverso também poderá ocorrer, ou seja, o indivíduo poderá ter um alta número (porcentagem) de fibras musculares vermelhas no músculo peitoral maior, conseqüentemente baixa concentração(porcentagem) de fibras brancas no peitoral. Entretanto, ter uma alta concentração (porcentagem) de fibras musculares brancas no músculo tríceps braquial e, baixa número de fibras vermelhas nesse mesmo músculo (tríceps braquial).

tipos_de_fibra_muscular_treino_em_foco_contração_rápida_contração_lenta_fibura_vermelha_fibra_branca

O que as quantidades (porcentagem) de tipos de fibra muscular (branca ou vermelha) em cada músculo, poderá influenciar nos treinos de musculação?

Imaginemos que um praticante faço um treino pesado visando desenvolvimento de hipertrofia muscular para a musculatura de peitoral. Realizando os treinamentos com essas características (pesado para desenvolvimento de hipertrofia muscular) o praticante esperará um desenvolvimento muscular equilibrado.

Entretanto, com o decorrer do tempo e treinamento o praticante percebe que o equilíbrio de desenvolvimento tão esperado não está ocorrendo. Por exemplo ele percebe que a musculatura de peitoral maior, evoluí mais que musculatura de tríceps braquial. Diante disso, o praticante passará a realizar treinos específicos para musculatura de tríceps braquial. Mas mesmo assim o desenvolvimento na musculatura de peitoral é ainda maior.

Se o praticante esteja realizando um treino equilibrado, alimentando-se de forma correta e com um ótimo descanso, uma hipótese para esse desequilíbrio no desenvolvimento muscular (hipertrofia muscular) é que o esse praticante tenha um maior número (porcentagem) de fibras musculares brancas na constituição do músculos peitoral, lembrando que esses tipos de fibras muscular (fibras branca) responderão melhor ao processo hipertrófico. Já no músculo tríceps braquial esse praticante poderá ter um maior número (porcentagem) de fibras vermelhas na constituição do músculo tríceps braquial, lembrando que essas fibras musculares (vermelhas) não respondem muito bem ao trabalho de hipertrofia muscular, ou seja, não respondem da mesma foram como as fibras brancas.

Diante disso, podemos notar que para o desenvolvimento por exemplo de hipertrofia muscular que é o mais almejado por praticantes de treinamento resistido com pesos (musculação) dependerá da porcentagem dos tipos de fibra muscular que constituem um músculo. Dessa forma, se um músculo tem maior porcentagem de fibras musculares brancas em sua constituição maior a tendência de desenvolvimento de ótima hipertrofia muscular (lembrando que fatores como treino adequando e alimentação também influenciarão no desenvolvimento de hipertrofia muscular).Entretanto, caso um determinado músculo tenha maior porcentagem de fibras musculares vermelhas em sua constituição, a reposta hipertrofia será de menor magnitude do que o músculo que apresenta maior concentração de fibras brancas.

1RM_teste_força_dinâmica_máxima_supino

Seguidor, não perca vídeo aula de hoje e tire todas suas dúvidas sobre os tipos de fibra muscular do corpo humano e quais suas características fisiológicas.