O Sarcômero é uma estrutura microscópica da fibra muscular sendo considerada a menor unidade contrátil do músculo devido a sua capacidade de encurtar e gerar tensão muscular. Interações entre miofilamentos proteicos de miosina e actina G permitem a formação da estrutura fisiológica denominadas de pontes cruzadas capazes de produzir movimentos nos sarcômeros, ou seja, o seu movimento.

A formação das pontes cruzadas e a energia disponível de ATP (Adenosina Trifosfato) é fundamental para que o processo fisiológico de encurtamento muscular possa ocorrer. Porém, dependendo do grau de encurtamento ou alongamento deste sarcômero pode interferir de forma definitiva no grau de produção de força do próprio sarcômero e como consequência do próprio músculo.

Assista ao Treino em FOCO FISIOLOGIA DO TREINO de hoje e conheça os processos fisiológicos musculares referentes ao alongamento/encurtamento  do sarcômero diretamente relacionados com a força muscular.