Você sabe o que é PERIODIZAÇÃO?
Sabe como APLICAR a periodização no treinamento resistido com pesos, ou MUSCULAÇÃO?
Qual a MELHOR forma de realizar a periodização na musculação?
E por fim, como podemos realizar uma periodização, para um individuo não atleta INICIANTE na musculação?

Recebemos uma pergunta do SEGUIDOR, Carlos Carvalho, que é formado em Educação Física, pela Universidade Federal do Piaí, e quer saber se EXISTE uma PERIODIZAÇÃO na musculação, para um aluno ou cliente que NÃO seja atleta.

Existem VÁRIAS considerações que devemos fazer. A periodização busca ORGANIZAR as cargas de treinamento ao longo de um período temporal, ou seja, por exemplo ao longo de SEIS meses, UM ANO, DOIS anos, então periodização tem por objetivo, ORGANIZAR as cargas de treinamento, claro que sempre focado em um objetivo.
A forma de organizar essas cargas de treinamento é: primeiro planejando todo PERÍODO MACRO, ou seja, desde que o individuo inicia até quando ele termina, então teremos o MACROCICLO de treinamento. Dentro desse macrociclo de treinamento, por exemplo de um ano, podemos FRAGMENTAR, em parcelas ou fazes de treinamento de três, quatro meses, ao longo desse um ano de treinamento, o que iremos chamar de MESOCICLO de treinamento, que tem por OBJETIVO organizar as cargas de treinamento nesses MENORES PERÍODOS. Ainda compondo os mesociclos, teremos os MICROCICLOS de treinamento, que normalmente, mas não obrigatoriamente se AJUSTA com UMA semana de trabalho, e organizamos as cargas dentro dessa semana de treinamento, lembrando que sempre OBJETIVANDO alcançar a meta que inicialmente foi traçada no macrociclo. Concluímos então que através do MACROCICLO, MESOCICLO, e MICROCICLO, vamos ORGANIZANDO os conteúdos, os SISTEMAS de treinamento, tentando levar o individuo a EVOLUÇÃO FISIOLÓGICA , sempre BUSCANDO quebrar a homeostase, fazendo esse individuo evoluir cronicamente ao longo do TREINAMENTO.
Bom ai o Carlos pergunta, qual a MELHOR forma de periodizar o treinamento de um individuo NÃO ATLETA no TRP ou musculação.
Três perguntas simples para refletirmos: O indivíduo é HOMEM ou MULHER, qual o gênero?
Qual a sua FAIXA ETÁRIA? E por último, esse indivíduo é SEDENTÁRIO?
Todas essas colocações, DEVEMOS pensar no momento que vamos ELABORAR uma periodização, é IMPOSSÍVEL periodizar um treinamento sem saber esses aspectos citados anteriormente no texto, PRECISAMOS de dados para planejar a periodização. Periodização para um indivíduo que NÃO é ATLETA, podemos elaborar ou fazer, de VÁRIAS formas, vai depender, do SEXO, do nível de TREINABILIDADE, da sua capacidade de EVOLUÇÃO FÍSICA, que só iremos observar ao longo do treinamento. IMPORTANTE também é deixar um ESPAÇO na periodização para modifica-la e ajusta-la, NÃO podemos elaborar uma periodização que ficará enrijecida, MODIFICAÇÕES são importantes, porque existe o critério de INDIVIDUALIDADE BIOLÓGICA, que faz com que os individuos venham a responder de FORAM DIFERENTE ao treinamento, fugindo daquilo que foi previamente programado, então é preciso voltar e PLANEJAR NOVAMENTE a periodização.
O que o TREINO EM FOCO pode colocar de uma forma bem geral pensando em periodização, são formas de organizar o treinamento para INICIAR o programa por exemplo: de FORÇA, de aumento de volume muscular (HIPERTROFIA), POTÊNCIA, ou até mesmo de RESISTÊNCIA MUSCULAR, imaginando que o objetivo seja TREINAR INTENSAMENTE.
Então como PREPARAR o individuo para treinar intensamente, força, hipertrofia, potência e resistência muscular geral ou localizada?
Partindo do PRESSUPOSTO que esse individuo seja SEDENTÁRIO, e nunca praticou TRP, ou já praticou a muito tempo atras, PRIMEIRAMENTE devemos trabalhar a TÉCNICA e COORDENAÇÃO do individuo nos movimentos da musculação, para isso DEVEMOS PLANEJAR um mesociclo com objetivo bem claro, de trabalhar a técnica e coordenação do individuo, nesse MESOCICLO não utilizaremos quilagens elevadas, e não se DEVE trabalhar com repetições muito elevadas, PORQUE tudo que venha a gerar um desgaste FISIOLÓGICO INTENSO não é interessante nesse momento do treinamento. Nesse mesociclo, devemos PRESCREVER exercícios em APARELHOS ou maquinários, pois passa ser mais fácil o domínio do exercício, mais por outro lado não se estimula tanto o TRABALHO COORDENATIVO NEURAL, então ao longo desse mesociclo poderemos trabalhar com microciclos aonde vamos abordar determinados grupos musculares, com exercícios MULTIARTICULARES, mais dando preferencia para maquinário/aparelhos. Num segundo ou terceiro MESOCICLO, podemos começar a migrar, ou seja, DIMINUIR os exercícios de maquinários, e introduzir GRADATIVAMENTE exercícios com PESOS LIVRES, que exigiram mais do controle coordenativo neural , lembrando que agora os INTERVALOS são maiores, QUILAGENS não são elevadas, repetições menores, porque o OBJETIVO nesse mesociclo de três, quatro ou seis semanas dependendo do seu cliente, é DESENVOLVER a técnica e coordenação dos movimentos. No próximo mesociclo, podemos dar uma BASE de RESISTÊNCIA e metabólica para o individuo, que terá também uma influência sobre a FREQUÊNCIA CARDÍACA. Isso podemos fazer ainda com quilagens não elevadas, mais nesse momento com REPETIÇÕES elevadas, INTERVALOS entre as séries mais curtos, então iremos modificando o treinamento, lembrando gradativamente passo a passo. Já no TERCEIRO MESOCICLO, dependendo da necessidade do indivíduos, podemos aplicar, um mesociclo de BASE DE FORÇA, logicamente dependendo da necessidade do seu cliente.
Poderíamos já entrar diretamente em um treinamento de FORÇA, HIPERTROFIA, de POTÊNCIA, e evoluir com as cargas de treinamento, mais lembrando e reforçando, vai depender da necessidade do seu cliente.

Então seguidor do TREINO EM FOCO, que está com DÚVIDAS sobre periodização, NÃO PERCA o TEF Responde de hoje e tire todas suas duvidas.