O procedimento mais barato para monitoramento da FC durante o exercício físico é a palpação da artéria carótida. Todavia, o procedimento de palpação não é o mais preciso, instrumentos eletrônicos, chamados de cardiofrequencímetros, são, atualmente, relativamente populares e com precisão significativa para o monitoramento cardíaco.

         Os cardiofrequencímetros apresentam uma cinta com sensor que são colocados sobre o perímetro do tórax na altura do processo xifóide (logo abaixo ao músculo peitoral maior). Os sensores do instrumento são capazes de quantificar as contrações do miocárdio (sístoles cardíacas) registrando, então, a respectiva FC.

         A grande vantagem do cardiofrequencímetro é além da maior precisão de medida da FC também a instantaneidade desta. Não há necessidade de parar o exercício por 10 ou 15 segundos para o monitoramento de palpação, ou seja, o valor obtido da FC é valor instantâneo desta durante a realização da atividade motora. Assim, durante o exercício, sem qualquer tipo de pausa, é realizada a verificação dos bpms e, a partir destes valores, a interpretação de se o exercício esta com carga leve, moderada ou intensa.

Texto produzido pelo Prof. Dr. João Moura

CREF 07870-G/SC