É importante que o personal trainer saiba dosar o grau de motivação verbal ao seu cliente, para que a sessão seja conduzida de forma adequada.

Por que é importante que o personal trainer venha a motivar o seu cliente durante a sessão de treino?

Quando se está prestando um serviço de treinamento personalizado, o personal trainer terá como obrigação controlar de forma minuciosa todas as variáveis do treino que conseguir. Por exemplo, ele (personal trainer) deverá controlar as variáveis de volume da sessão como, número de exercícios, séries e repetições. Deverá também controlar as variáveis de intensidade como, velocidade de execução, amplitude de movimento, intervalo entre as séries e exercícios, quilagem aplicada aos exercícios e ordem dos exercícios. Obviamente a forma de manipulação dessas variáveis descritas acima, dependerá do objetivo do treinamento, ou seja, se o cliente busca produzir melhora nos níveis de força, potencial, resistência muscular localizada ou geral ou ainda produzir ajustes hipertróficos.

Entretanto, além de controlar todas as variáveis descritas acima, é importante que durante as sessões de treino o personal trainer venha motivar o seu cliente de forma constante. Isto é, na sessão de treino é importante que esse profissional venha durante execução das séries de exercícios buscar verbalizar palavras de motivação ao seu cliente, para que ele (cliente) consiga atingir o seu melhor desempenho durante a sessão e com isso atinja os seus objetivos traçados. Todavia, é necessário que o personal trainer tenha um filling apurado para conseguir identificar qual a intensidade da motivação que deverá passar para o seu cliente. Ou seja, existem clientes que necessitarão de um alto grau de motivação. Por outro lado, existem clientes que não necessitam de um alto grau de motivação. Dessa forma, como citado acima, o personal trainer deverá ter uma ótima sensibilidade par aperceber essa questão.

Qual um dos erros que o personal trainer produz ao realizar a motivação verbal ao seu cliente durante a sessão de treinamento resistido com pesos ou musculação?

Como citado acima no texto é primordial que o personal trainer venha a ter uma sensibilidade apurada para conseguir identificar a magnitude da motivação verbal que dará ao seu cliente durante a sessão treino. No entanto, existem alguns personais trainers que não conseguem realizar a motivação verbal adequada durante a sessão. Ou seja, quando o seu cliente está próximo da falha momentânea concêntrica no fim de uma série pesada, por exemplo de uma sessão de treino com configuração para produzir microlesões teciduais e com isso produzir ajustes hipertróficos, é o momento em que o personal deverá entrar forte com motivação verbal, com o objetivo de fazer o seu cliente se concentrar e dessa forma realizar três ou quatro repetições a mais do que conseguiria.

É importante que essas repetições, sendo elas forçadas ou não, proporcionarão ao cliente produzir um aumento no recrutamento de unidades motoras, estresse mecânico, estresse metabólicos e com isso possivelmente maior produção de microlesões sarcomiais e também maior liberação de hormônios anabólicos, o que auxiliará na produção de ajustes hipertróficos. Entretanto, nesse momento alguns personais trainers não motivam o seu cliente, ou se motivam a fazem de um forma muito desleixada, ou seja mal feita.

Porém, esses personais trainers quando chegam a parte final do treino, onde realizarão com seus clientes um trabalho de alongamento ou flexionamento e logo em seguida relaxamento, começam a motivar o seu cliente de um forma exacerbada. Obviamente, essa conduta do personal trainer é totalmente equivocada, pois no final do treino é o momento em que o personal trainer deverá buscar que seu cliente venha a relaxar e com isso, reduza a liberação de adrenalina na corrente sanguínea e sobre o nódulo sinoatrial do miocárdio, produzindo assim uma redução nos valores de frequência cardíaca e pressão arterial. Assim, uma forte motivação verbal por parte do personal na parte do trabalho de alongamento ou flexionamento é totalmente equivocada.

Na visão do Treino me Foco qual a forma que o personal trainer deverá realizar a motivação verbal durante a sessão de treino?

Imaginando que o personal trainer esteja trabalhando com um cliente que busque produzir ajustes hipertróficos, sabemos que a sessão de treino deverá ser realizada de forma intensa para buscar produzir o maior grau de microlesão tecidual ou sarcomial, que será o start para os processos fisiológicos para geração da hipertrofia. Diante disso, é necessário que o personal trainer venha aplicar no seu cliente uma sessão de treino intenso, e como sabemos uma sessão de treino com configuração para hipertrofia é algo bem desconfortável para o praticante.

Assim, durante as séries dos exercícios, principalmente próximo a falha momentânea concêntrica, é importante que o personal trainer venha a realizar uma forte motivação verbal ao seu cliente. Ao realizar essa estratégia (motivação verbal) o personal trainer buscará “tirar” do seu cliente o máximo naquele determinado exercícios. Ou seja, ele (personal)” ao motivar verbalmente buscará que seu cliente consiga alcançar de fato a falha total da musculatura, pois estudos tem apontado que o alcance do ponto da falha durante as séries é uma estratégia que poderá potencializar produção de ajustes hipertróficos de maior magnitude. Dessa forma, a motivação verbal juntamente com o auxílio durante o ponto crítico da fase concêntrica auxiliará o cliente a potencializar o treinamento buscando produção de ajustes hipertróficos.

Por outro lado, durante a fase final da sessão de treino é o momento em que o personal trainer deverá buscar produzir um ambiente calmo e relaxante par ao seu cliente. Dessa forma, esse é o momento em que se deve reduzir a intensidade da motivação ao seu cliente, para que os níveis de adrenalina venham a baixar, e com isso a frequência cardíaca e pressão arterial também reduza-se a patamares de repouso.

Seguidores, não percam a vídeo aula de hoje e saibam qual a melhor forma do personal trainer motivar verbalmente o seu cliente durante a sessão de treino.