Reto Abdominal tem alta ativação no Tríceps na Polia?

Please log in or register to like posts.
Vídeo

Ocorre significativa atividade eletromiográfica do reto abdominal ao realizar o exercício de tríceps na polia?

Para tentar sanar essa dívida, realizamos um experimento onde o modelo executava algumas repetições no exercício de tríceps na polia com corda, e depois passava a realizar o exercício de prancha abdominal clássico.

Assim, observou-se que ocorreu atividade eletromiográfica similar ao realizar o tríceps na polia e a prancha abdominal. Ou seja, o tríceps na polia que é um exercício específico para os extensores do cotovelo, proporcionar atividade eletromiográfica similar quando comparado a um exercício específico para a parede abdominal.

Treino_em_foco_triceps_na_polia_reto_abdominal

Mas, por que esse comportamento pode ter ocorrido?

Ao realizar o exercício de tríceps na polia, ocorre também uma tendência do cabo produzir uma hiperextensão da coluna vertebral. Assim, para que esse movimento não ocorra e portanto fique apenas em tendência de movimento, o reto abdominal, que é um flexor toracolombar será acionado de forma isométrica para bloquear este movimento. Desta forma, isto explica essa ativação do reto abdominal neste exercício.

Além disso, a magnitude de ativação muscular será maior quanto mais elevada a quilagem e o número de repetições máximas realizadas.

Treino_em_foco_triceps_na_polia_reto_abdomina

Qual a aplicação prática deste experimento?

Entendemos que a principal aplicação é que o profissional deverá analisar a necessidade do volume de exercícios necessários para reto abdominal, caso na sessão ou até mesmo na periodização de treino já tenha um número elevado de exercícios que exijam deste grupo muscular.

Uma outra linha de raciocínio é em relação a ordem dos exercícios dentro da sessão. Por exemplo, se o objetivo é trabalhar reto abdominal com exercícios específicos, e o cliente apresente nível de força baixa para reto abdominal, e nesta sessão se tem alguns exercícios que exijam deste músculo, talvez incluir exercícios específicos para reto abdominal no início da sessão de treino seja interessante.

Porém, se caso o cliente não apresente déficit de força para esse grupo, talvez incluir exercícios específicos para reto abdominal no final de sessão pode ser coerente, pois o cliente possivelmente conseguirá sustentar a carga de trabalho.

Alunos, analisem a vídeo aula.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *