Eletromiografia

Assimetria de ativação muscular no Agachamento Isométrico na Parede

Please log in or register to do it.

O agachamento isométrico na parede ou cadeira chinesa é muito executado quando se tem como objetivo treinar principalmente o quadríceps. Assim, na grande maioria das vezes é executado em uma combinação com outro exercício.

Mas qual o “problema” que este exercício apresenta?

Como apresentado em uma vídeo aula posterior, o agachamento isométrico na parede ou cadeira chinesa apresenta uma atividade eletromiográfica baixa, tanto ao realizar sem quilagem adicional, como também com uma quilagem posicionada em membros inferiores.

Treino_em_foco_cadeira_chinesa_agachamento_parede

No entanto, além deste comportamento pode ocorrer que o cliente ao executar este exercício produza mais força em uma perna do que na outra. Como assim? Pois bem realizamos um experimento nesta vídeo aula, com orientação para o modelo realizar mais foco na perna esquerda e hora na direita. O resultado foi que, ao realizar mais foco na perna esquerda, o sinal eletromiográfico aumentou no reto femoral desta perna. Por outro lado, ao realizar mais foco na direita o sinal eletromiográfico aumentou para o reto femoral desta perna.

Treino_em_foco_cadeira_chinesa_agachamento_parede

Em resumo o que esse tem que ter em mente é que o cliente poderá estar produzindo no agachamento isométrico na parede ou cadeira chinesa mais força em uma perna do que na outra e não seja percebido nenhuma alteração no padrão de manutenção da postura. Portanto, é muito importante que se for selecionado este exercício o profissional oriente o cliente a realizar força de forma equalizada, ou seja igual entre as duas pernas.

 

 

Exercícios de Mobilidade para Cintura Escapular e Tronco
Agachamento na parede ou Cadeira Chinesa produz ativação alta?

O seu endereço de e-mail não será publicado.