O desnivelamento dos ombros poderá ocorrer em virtude do desenvolvimento de uma escoliose torácica ou toracolombar.

treino_em_foco_desnivelamento_dos_ombros_biofotogrametria_desvios_posturais

Muitas pessoas apresentam o desvio postural de desnivelamentos dos ombros. Esse desvio postural poderá estar intimamente atrelado ao desenvolvimento de escolioses tanto na região torácica ou toracolombar da coluna vertebral. Ou seja, o desenvolvimento do desvio postural de escoliose poderá ocasionar uma perda do nivelamento da cintura escapular, que por sua vez, refletirá no desenvolvimento de um desnivelamento dos ombros. Com isso podemos entender que o desvio postural de escoliose e desnivelamento dos ombros tem relação direta. Porém muitos indivíduos são portadores desses desvios posturais em questão e não  sabem. Dessa forma, é importante realizar uma avaliação postural para identificar a intensidade e magnitude dos desvios posturais de desnivelamento dos ombros e escoliose.  Diante disso, a biofotogrametria é um excelente método para realizar a quantificação e com isso identificar intensidade e magnitude desses desvios posturais citados (desnivelamentos dos ombros e escolioses). O método biofotogramétrico permitirá ao avaliador ou personal trainer quantificar através de ângulos os desvios posturais citados.

Diante disso, o avaliador ou personal trainer terá maiores informações para a prescrição das doses de cargas de esforços das sessões de treinos para redução dos desvios posturais de desnivelamentos dos ombros e escoliose.

Na aula de hoje apresentaremos para vocês seguidores como identificar e quantificar através da biofotogrametria se o indivíduo é portador ou não de desnivelamento dos ombros.

O que pode levar ao desenvolvimento do desvio postural de desnivelamento dos ombros?

O desvio postural de desnivelamento dos ombros ou desnivelamento da cintura escapular, poderá ocorrer em virtude de alguns fatores como: a presença de escoliose torácica, de uma escoliose toracolombar, ou seja, que está presente nas regiões torácicas e lombares da coluna vertebral.

Dessa forma, a perda da verticalização ideal da coluna vertebral tanto na sua região torácica, região lombar, ou em ambas as regiões poderão desencadear o surgimento do desnivelamento dos ombros.

biofotogrametria_desnivelamento_dos_ombros_treino_em_foco_desvios_posturais_avaliação_postural

Quais os pontos anatômicos (referências ou processos ósseos) que devem ser demarcados para identificar e quantificar através da biofotogrametria se o indivíduo é portador ou não do desvio postural de desnivelamento dos ombros?

Para realizar a avaliação do seguimento ombro para identificar se o indivíduo apresenta ou não o desvio postural de desnivelamento dos ombros é preciso identificar dos pontos anatômicos (referências ou processos ósseas). Diante disso, o avaliador deverá posicionar-se atrás do avaliado. Em seguida deverá através da técnica de anatômica palpatória identificar a espinha da escapula. Identificado esse processo ou referência ósseo citado (espinha da escapula) o avaliador deverá através da anatomia palpatório deslocar seus dedos seguindo a arquitetura (desenho) ósseo da espinha da escápula, até identificar a borda lateral do acrômio.

Identificado esse ponto anatômico (borda lateral do acrômio) o avaliador deverá demarcar o mesmo com uma esfera demarcatório (esfera de isopor) exatamente ou o mais próximo possível do ponto da borda lateral do acrômio. Esse procedimento de identificação e demarcação da borda lateral do acrômio deverá ser realizado bilateralmente, ou seja, para identificar através da biofotogrametria se o indivíduo é portador ou não do desvio postural de desnivelamento dos ombros deverá ser demarcado a borda lateral do acrômio do lado direito e esquerdo.

Como deve-se realizar o registro fotográfico para avaliação através da biofotogrametria do nivelamento e desnivelamento dos ombros?

Após a realização da identificação de demarcação o avaliador deverá solicitar que ao avaliado fique em uma vista posterior para a máquina fotográfica. Em seguida, o avaliador deverá posicionar a máquina aproximadamente três metros de distância do avaliado e sua altura deve estar aproximadamente posicionada na altura do centro do corpo do avaliado. Na sequência o avaliador deverá solicitar que o avaliado fique na sua posição o mais natural e confortável possível.

Realizado esse procedimento descrito acima de posicionamento da máquina e do avaliado, deverá realizar-se três registros fotográficos (fotos) do avaliado em vista posterior. Esse procedimento de realizar três fotos na sequência proporcionará ao avaliador a possibilidade de escolher o melhor registro fotográfico, tendo em vista que oscilações corporais podem ocorrer no momento dos registros fotográficos. Essas oscilações podem atrapalhar a medida obtida nas análises das fotos que serão realizadas no software. Com isso, podendo obter-se medidas equivocadas.

treino_em_foco_desnivelamento_dos_ombros_avaliação_postural_biofotogrametria_

Como formar os seguimentos de reta no software para avaliar através da biofotogrametria o nivelamento e desnivelamento dos ombros?

Realizado todos os procedimentos metodológicos descritos acima no texto (identificação, demarcação, posicionamento do avaliado e da câmera fotográfica e registro fotográficos) em seguida o avaliador deverá carregar as fotos em um software específico para avaliação postural (software esse que será apresentado em vídeo aula futura).

Após o carregamento das fotos no software o avaliador escolherá a melhor foto, ou seja, a foto aonde ocorreu o menor nível de oscilação corporal e que os marcadores ficaram mais visíveis. Em seguida, o avaliador traçará um seguimento de reta unindo os dois pontos anatômicos (referencias ou processo ósseos) demarcados previamente. Ou seja, deverá ser traçar um seguimento de reta unindo a borda lateral do acrômio do hemisfério corporal direito com a borda lateral do acrômio do hemisfério corporal esquerdo. Na sequência, esse seguimento de reta traçado angulara-se com uma linha imaginária na direção horizontal e formará um valor angular.

Esse ângulo formado entre os seguimentos de reta traçado entre os pontos anatômicos demarcados e a linha horizontal perfeita, deverá ser interpretado para identificar e quantificar se o indivíduo é portador ou não do desvio postural de desnivelamento dos ombros.

biofotogrametria_desnivelamento_dos_ombros_treino_em_foco_desvios_posturais_avaliação_postural

A partir de quantos graus pode-se definir através da biofotogrametria que o indivíduo é portador do desvio postural de desnivelamento dos ombros?

Vamos imaginar que um avaliador esteja analisando através da biofotogrametria as características posturais do seguimento ombro de um indivíduo A, buscando analisar particularmente se o mesmo é portador do desvio postural de desnivelamento dos ombros.

Dessa forma, após realizar todos os procedimentos metodológicos descritos anteriormente o avaliador obtém para um indivíduo A um valor angular de 0,0°. Ou seja, diante desse valor angular obtido pode-se definir que o indivíduo A apresenta um nivelamento ideal do seguimento ombro. Porém, em seguida o mesmo avaliador realiza  a análise do seguimento ombro de um indivíduo B buscando também analisar se o mesmo é portador ou não de desnivelamento dos ombros. Após realizar os mesmos procedimentos metodológicos realizados com o indivíduo A, o avaliador obtém para o indivíduo B um valor angular de  1,0°. Diante desse resultado angular pode-se definir que o indivíduo B apresenta uma tendência de desnivelamento dos ombros.

Entretanto, o mesmo avaliador utilizando os mesmos procedimentos aplicados na avaliações dos indivíduos A e B, realiza agora em um indivíduo C, ou seja, buscando analisar se esse indivíduo em questão apresenta os ombros nivelados ou desnivelados. Dessa forma, para o indivíduo C o avaliador obtém um valor angular de 3,7°, ou seja, o indivíduo C apresenta um ângulo maior que o indivíduo A (0,0°) e que o indivíduo B (1,7°). Diante disso, pode definir que o indivíduo C apresenta um desnivelamento dos ombros maior que o indivíduo B.

É importante salientar que esses valores angular citados no texto são para ilustrar como a biofotogrametria pode identificar a presença de desnivelamento dos ombros. Porém, é possível identificar que quanto maior o valor angular obtido entre o seguimento de reta unindo dos dois pontos anatômicos demarcados (borda lateral do acrômio direita e esquerda) em relação a um linha horizontal perfeita, maior será a magnitude e intensidade do desvio postural de desnivelamento dos ombros.

desvios_posturais_treino_em_foco_desnivelamento_dos_ombros_biofotogrametria_

Como a biofotogrametria pode auxiliar o personal trainer para identificar se o (s) seu (s) cliente (s) apresentam o desvio postural de desnivelamento dos ombros?

Como apresentado em vídeos aulas anteriormente a biofotogrametria é um excelente método indireto para avaliação postural. A biofotogrametria apresenta-se como um método de baixo custo operacional e não demanda de matérias sofisticados e caros para sua aplicação.  Porém, para a aplicação da análise postural através do método biofotogramétrico é necessário que o avaliador tenha uma ótima experiência na técnica de anatomia palpatória e tenha um computador com um software específico para a análise dos registros fotográficos. Um ponto importante a salientar é que a avaliação postural através da biofotogrametria apresenta maior nível de confiabilidade intra e interexaminador quando comparado aos valores de confiabilidade intra e interexaminador obtidos na avaliações postural visual. Ou seja, em outras palavras a biofotogrametria é mais confiável que os resultados obtidos na avaliação postural visual.

Diante dessas características e benefícios que a biofotogrametria traz esse método poder ser um aliado do personal trainer para a prescrição do treinamento de seu (s) cliente(s). Por exemplo caso seu (s) cliente (s) apresente o desvio postural de desnivelamento dos ombros, a biofotogrametria proporcionará ao personal trainer quantificar a intensidade e magnitude desse desvio postural no (s) seu (s) cliente(s). Diante desse informação quantitativa gerada através de ângulos na formação do seguimento de reta (como descrito acima no texto) o personal trainer poderá traçar a estratégia de treinos, ou seja, definir as doses de cargas de esforços das sessões e quais exercícios aplicar para correção do desvio postural de desnivelamento dos ombros.

Seguidores não percam, a vídeo aula de hoje e aprendam como identificar e quantificar através da biofotogrametria o desvio postural de desnivelamento dos ombros.