No programa de hoje analisaremos um músculo que compõem o grupo do Manguito Rotador, e esse músculo é o Redondo Menor , será feita uma análise vetorial de ação desse músculo, junto com o músculo Supraespinhal que também compõem o grupo do Manguito Rotador.

Qual a importância do Redondo Menor, e do Manguito Rotador?

O Redondo Menor é um dos músculos que compõem o grupo muscular do Manguito Rotador, lembrando que o Manguito Rotador, além de produzir rotação interna e externa Glenoumeral ou do Ombro, também é importante para estabilização da Articulação Glenoumeral, ou seja, para posicionar a cabeça do Úmero dentro da cavidade Glenoide estabilizando a Articulação.

músculo_redondo_menor

Qual o melhor ângulo de imagem para analisar vetorialmente o Redondo Menor?

Você perceberá no vídeo que a imagem tem um ângulo lateroposterior, diferentemente das análises realizadas anteriormente, entendemos que esse ângulo para análise do Redondo Menor é o melhor. Porque favorece a interpretação, lembrando que sempre você deverá buscar ângulos de análise que facilitem a sua interpretação.

m´suculo_redondo_menor_cinesiologia

Como realizar a análise vetorial do Músculos Redondo Menor?

Agora você deverá aplicar o passo a passo já descrito em vídeos aulas anteriores que é: identificar o músculo que no caso de hoje é o Redondo Menor, identificar a parte móvel e fixa do músculo, no caso do Redondo Maior vamos considerar e analisar hoje o movimento que ele produz na articulação Glenoumeral, então a parte fixa passa a ser a Escápula, e a parte móvel será o osso Úmero, ou seja, o ponto de origem  é na Escapula, e o ponto de inserção no Úmero na sua face posterior proximal, e próximo a cabeça  do Úmero.

Na sequência você deverá identificar o eixo longitudinal do seguimento ósseo que se movimentará, em decorrência da ação muscular do Redondo Menor, que no caso será o osso Úmero, traçando uma linha pontilhada sobre o Úmero. E logo em seguido você poderá posicionar o vetor resultante, lembrando sempre da parte móvel, ou seja, do Úmero, para parte fixa a escápula, seguindo a direção e sentido das fibras musculares.

Identificado o vetor resultante, quais são os componentes vetoriais, do vetor resultante de tração do Redondo Menor?

Um componente vetorial estará paralelo ao eixo longitudinal, e um outro componente vetorial estará perpendicular ao eixo longitudinal da peça óssea, ou do Úmero. Você perceberá alguns fatores interessantes.

Se analisarmos bem o posicionamento do Redondo Menor, ele se encontra  fixado atrás da cabeça do úmero, com essa característica e aplicando os vetores, devemos entender que o vetor que se encontra perpendicular ao eixo longitudinal  vai tracionar o Úmero ao encontro da cavidade, porém como o Redondo Menor tem fixação posterior sobre o Úmero e não medial,  esse vetor terá a capacidade de realizar a rotação externa Glenoumeral ou do Ombro, então o componente vetorial perpendicular tem a capacidade de produzir o movimento de rotação externa do Ombro, e vocês notaram que esse vetor é bem maior que o vetor paralelo ao eixo longitudinal.

Já o vetor que está paralelo ao eixo longitudinal, tem por tendência impulsionar a cabeça do Úmero para baixo, criando uma certa condição de descoaptação, lembrando que estamos analisando o posicionamento anatômico. Porém devemos analisar que no grupo Manguito rotador, ou seja, compondo o Manguito Rotador além do Redondo Menor, teremos também o músculo Supraespinhal.

vetor_músculo_redondo_menor_cinesiologia

Qual a ação vetorial do músculo Supraespinhal do Manguito Rotador?

Quando analisamos o músculo Supraespinhal e os seus vetores, teremos um componente vetorial perpendicular ao eixo longitudinal de peça óssea, que é o Úmero.  E temos um componente vetorial que está paralelo ao eixo longitudinal.

Então perceberemos que o componente vetorial paralelo ao eixo longitudinal do Supraespinhal, gera uma força antagônica, ao componente vetorial paralelo do Redondo Menor, então gerando uma força de coaptação da articulação Glenoumeral, ou seja, impulsionando a cabeça do Úmero contra a cavidade Glenoide. Portanto os dois componentes vetoriais que estão paralelos ao eixo longitudinal do Redondo Menor, e do Supraespinhal se inibem, gerando equilíbrio na Articulação Glenoumeral. Temos ainda dois fortes componentes vetoriais que estão perpendicular o eixo longitudinal, que se somam e também produzem a estabilização da articulação Glenoumeral ou do Ombro.

redondo_menor_cinesiologia_supraespinhal

Acompanhe outras análises do Redondo Menor e Supraespinhal no vídeo de hoje.

Então seguidor não perca a vídeo aula de hoje e tire todas as suas dúvidas, sobre a analise vetorial do músculo Redondo Menor, que faz compõem o grupo Manguito Rotador.