Em qual plano e eixo ocorre o movimento de flexão e extensão do cotovelo?

O movimento de flexão de extensão do cotovelo ocorre no plano sagital e tem como eixo latero lateral que “cruza” de forma imaginária o centro da articulação do cotovelo. Portanto, este movimento é possível observar facilmente quando analisado o indivíduo de perfil, ou de lado.

TReino_em_foco_par_antagônico_anatomico_cinesiologia_ anatomia

Quais os músculos que produzem os movimentos de extensão e flexão do cotovelo?

Para conseguir identificar quais os músculos que realizam os movimentos na articulação do cotovelo, pode-se analisar a localização dos músculos que circundam essa articulação em relação ao eixo. Ou seja, levando em consideração a posição dos olhos, os músculos que estão a frente do eixo articular do cotovelo e, que interagem com esta articulação quando contraem tem a capacidade de realizar o movimento de flexão do cotovelo. Assim quem realiza a flexão do cotovelo são bíceps braquial, braquial e braquiorradial.

TReino_em_foco_par_antagônico_anatomico_cinesiologia_ anatomia

Por outro lado, os músculos que estão na parte posterior do eixo latero lateral do cotovelo e que interagem com esta articulação tem a capacidade de realizar a extensão. Portanto, o grupo muscular que tem a capacidade de realizar a extensão é o tríceps braquial (cabeça longa, lateral e medial).

TReino_em_foco_par_antagônico_anatomico_cinesiologia_ anatomia

Mas por que se diz que o bíceps e tríceps formam um par anatômico antagônico?

A principal justificativa para caracterizar esses grupos musculares como pares anatômicos antagônicos é em virtude de seus respectivos posicionamentos na articulação do cotovelo. Assim, quando um grupo contrai e produz o movimento sobre a articulação do cotovelo, o outro terá que relaxar, ou seja, ceder ao movimento. Isto e, quando os flexores do cotovelo (bíceps, braquial e braquiorradial) flexionam o cotovelo, os extensores (grupo tríceps braquial) relaxa para permitir o moimento. Porém, o contrário também é verdadeiro. Desta forma, este cenário caracteriza um agonismo e antagonisto muscular, respectivamente em um determinado movimento.