Teste do Burpee – Meio Sugado

Please log in or register to like posts.
Vídeo

Teste do BURPEE (MEIO SUGADO) é um dos testes que compõe a bateria de testes em concursos públicos. O Treino emFOCO de hoje aborda as questões metodológicas de treinamento para o Burpee onde diferentes exercícios de preparação são apresentados e discutidos.

A fisiologia que constitui esse exercício também é apresentada como, por exemplo, o uso da fosfocreatina (PCr) e a glicose anaeróbia com correspondente produção de lactato. Também mostramos a elevação da frequência cardíaca como critério de mensuração do grau de esforço físico projetado por este teste. Veja e analise esse teste e a sua repercussão fisiológica elevada e, acima de tudo, faça um treinamento adequado e coerente para este teste e conseguirá aprovação no mesmo.

Acompanhe!

4 comments on “Teste do Burpee – Meio Sugado

  1. Olá, gostaria de umas dicas de como treinar esse exercício para se atingir 16 repetições em 1 min. Grato.

    • parcele a execução em séries de 5 repetições e procure fazer o mais rápido a execução. Com o tempo aumente as repetições da série para 6, 7, 8 e sucessivamente, sempre realizando rápido. Até que consiga fazer no tempo determinado.

      Abraço adriano.

  2. Professor gostaria de uma ajuda fasso exercicios fisicos a uns 3 meses vejo que um lado do abdomen esta maior do que o outro como fasso para os doiz ficarem igual Por favor ajudeme espero resposta.

    • Bom dia Luis,

      Este problema é no reto abdominal? Muitas vezes o meso pode ser de cunho genético, tipagem de fibra diferente entre um hemisfério e outro. Quando fazemos um trabalho para o reto abdominal, temos ativação dele como um todo, muitas pessoas fazem o exercício com rotação do tronco no final da fase concêntrica crendo aumentar a intensidade para um hemisfério ou para o outro. Porém, isto não causa um recrutamento significativo para que se tente um trabalho “unilateral” para correção de assimetrias. Você deve continuar treinando, buscando melhorar ao máximo a qualidade de execução para um trabalho completo da musculatura. Este problema de assimetria de abdominais é visto também em fisiculturistas, como disse, muito provavelmente é de cunho genético.

      Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *