Refutando o TEF

Pullover para peitoral ou dorsal – Qual a visão atual da ciência?

Please log in or register to do it.

Recebemos em nossas mídias sociais muitas perguntas relacionadas a seleção de exercícios e prescrição de treinamento. No entanto, uma das perguntas mais recorrentes é: Pullover é para peitoral maior ou costas/dorsal?

O que a ciência atualmente mostra?

Para tentar sanar essa dúvida apresentaremos dois estudos (Marchetti e Uchida, 2011 e Borges et al., 2018). Assim, no primeiro estudo (Marchetti e Uchida, 2011) foi realizado uma série de 10 repetições com uma quilagem/peso igual a 30% da massa corporal dos voluntários no pullover com barra. Em resumo observou-se atividade eletromiográfica para o peitoral fibras esternais significativamente maior que o latíssimo do dorso.

Treino_em_foco_pullover_exercícios_para_costas_peitoral_maior

Já no segundo estudo (Borges et al., 2018) o objetivo foi analisar a atividade eletromiográfica do peitoral fibras esternais, latíssimo do dorso e tríceps braquial no pullover, puxador frente, supino reto e tríceps testa. Assim, analisando especificamente o pullover, observou-se também maior atividade para o peitoral maior em relação ao latíssimo do dorso.

Treino_em_foco_pullover_exercícios_para_costas_peitoral_maior

 No entanto, os pesquisadores observaram que o supino reto proporcionou uma atividade eletromiográfica maior para o peitoral maior em relação ao pullover. Portanto, eles sugerem que o pullover parece proporcionar uma atividade moderada sobre as fibras externais do peitoral maior. Assim, para treinar peitoral a seleção do supino reto ao invés do pullover parece ser mais coerente. Porém, é necessário ter em mente que essa maior atividade eletromiográfica não irá ocorrer em todo peitoral. Ou seja, para a extensão glenoumeral as fibras mais inferiores com contribuição das esternais tem a capacidade para contribuir no movimento, pois o seu ventre muscular estão abaixo do eixo latero lateral. Portanto, não se pode esperar no pullover atividade eletromiográfica significativa para as fibras claviculares.

Treino_em_foco_pullover_exercícios_para_costas_peitoral_maior

O que fazer com essas informações?

Diante desses estudos apresentados, entendemos que o exercício pullover parece não ser efetivo para proporcionar trabalho significativo sobre o latíssimo do dorso. Portanto, o personal trainer poderá raciocinar para substituir o pullover por um exercício de puxador frontal, que proporcionou entre 61 a 77% maior atividade eletromiográfica para o latíssimo. Os pesquisadores classificaram como atividade eletromiográfica baixo para o latíssimo no pulôver em relação ao puxador frente (Borges et al., 2018).

Por outro lado, se o desejo é incluir o exercício de pullover dentro do programa de treinamento, parece ser mais adequado inclui-lo na sessão para peitoral maior. Além disso, esta pode ser uma variação interessante para peitoral, tendo em vista que a maioria dos exercícios envolvem adução transversal do ombro. Um último ponto importante a salientar, é que neste exercício ocorre uma significativa atividade do tríceps cabeça longa, mais um ponto a se raciocinar.

Exercício de Canoinha - Como evoluir nele?
Como pensar periodização para treinamento funcional? Parte 2

O seu endereço de e-mail não será publicado.