A prática do Treinamento Resistido com Pesos (musculação) é baseado na contração muscular contra resistências ofertadas invariavelmente por pesos. Pesos estes que podem ser oriundos de anilhas, barras, alteres, caneleira, ou ainda, o próprio peso corporal e, devido a esse trabalho muscular contra “resistências de pesos”, haverá a necessidade de consumo energético para manter o trabalho durante toda a sessão de treinamento.

O Treino emFOCO FISIOLOGIA DO TREINO de hoje aborda as principais fontes de energia da musculação sendo elas a fosfocreatina (PCr) e a glicose anaeróbia, e ainda, faz alusão sobre a formação de lactato e acidose muscular gerada a partir do mesmo.

Confira a postagem de hoje.