Qual um dos principais erros que ocorrem durante a execução dos exercícios abdominais?

Entre vários erros que podem ocorrer durante a execução dos exercícios abdominais, um dos mais comuns é uma flexão cervical exagerada durante a fase concêntrica do exercício. Ou seja, ao invés do aluno/cliente manter essa região da coluna vertebral em posição neutra, ele (aluno/cliente) realiza movimentos dinâmicos de flexão na fase concêntrica, levando o queixo em direção ao peito, e na sequência uma extensão na fase excêntrica do exercício.

Com esse cenário ocorrerá uma contração dinâmica dos músculos que realizam a flexão cervical, isto é ocorrerá uma contração dinâmica do esternocleidomastoideo, longo do pescoço, longo da cabeça, escalenos (fibras anteriores) e também reto anterior da cabeça.

Treino_em_foco_abdominal_pescoçal

Então, qual deverá ser o posicionamento ideal da cervical, ou seja do pescoço?

Durante toda a execução da amplitude de movimento, o aluno/cliente deverá manter a coluna vertebral cervical em extensão, isto é mantendo a sua lordose cervical. Para isso, os músculos esternocleidomastoideo, longo do pescoço, longo da cabeça, escalenos (fibras anteriores) e também reto anterior da cabeça, deverão contrair de força isométrica para evitar a tendência de extensão cervical gerada pela força gravitacional.

Treino_em_foco_abdominal_pescoçal

Mas se mesmo orientando o aluno/cliente a manter a coluna cervical alinhada ele realiza flexão, qual estratégia utilizar?

Diante disso, o personal trainer poderá orientar ao aluno/cliente realizar uma flexão metacarpofalangeana e interfalangeana para “entrelaçar” os dedos e com isso posicionar a mão abaixo do queixo.

Com essa estratégia mesmo o aluno/cliente tentando realizar a flexão cervical da coluna vertebral não conseguirá, porque a mão estará impedindo que o movimento ocorra. Portanto, de forma imediata essa parece ser uma estratégia interessante.

Treino_em_foco_abdominal_pescoçal

Até, quando deve ser utilizada essa estratégia?

É difícil “martelar” um tempo ideal para realizar essa estratégia. No entanto, entendemos que o personal trainer poderá utilizar até o momento em que o aluno/cliente consiga realizar o exercício abdominal sem produzir uma flexão cervical.

Assim, após o personal trainer observar que não ocorre mais esse movimento cervical, deverá solicitar para retire a mão, pois com a evolução física será necessário aumentar a carga de esforço para região abdominal, e uma estratégia é utilizar quilagem nas mãos. Portanto, estar com esse seguimento corporal (mãos) livres é necessário.

Alunos, analisem a vídeo aula!!!