Qual a variação da flexão de braço no solo (Push-up)?

È possível observar inúmeras variações de execução da flexão de braço ou Push-up. Como até já apresentamos em algumas vídeos aulas, se pode realizar no plano inclinado, horizontalizado e também declinado em relação ao solo.

No entanto, existe um variação em que se acopla movimentos dos membros inferiores. Ou seja, nesta variação o praticante durante a fase excêntrica realizará também uma extensão do quadril (projetando todo o membro inferior para cima). Portanto, este é uma variação com maior complexidade, pois o praticante deverá realizar movimentação combinada entre diferentes seguimentos corporais.

Treino_em_foco_flexão_de_ braço_push_up_calistenia

Mas, qual o comportamento do sinal eletromiográfico durante esta variação?

Obviamente, ocorre uma ativação do peitoral maior, deltoide anterior, e tríceps braquial para realizar os movimentos de adução transversal e extensão do cotovelo na fase concêntrica, e assim vencer a resistência aplicada. Já durante a fase excêntrica, onde o praticante irá se deixar vencer pela resistência ocorrerá uma acionamento também desses grupos, porém de forma excêntrica para frear a abdução (peitoral e deltoide) e flexão do cotovelo (tríceps braquial) produzida pela ação gravitacional. Por fim, um ponto importante a salientar é que esse músculos não foram influenciados pela variação dos  membros inferiores.

Já o Reto femoral, no membro inferior que realizou a extensão, tanto na fase concêntrica como excêntrica a ativação será mínima. Isto ocorre porque na fase concêntrica ele (reto femoral) deverá ceder para que seja possível a extensão produzida por glúteo máximo e isquiotibiais. Por sua vez, na fase excêntrica, quem realizará a flexão do quadril será a ação gravitacional, e os grupos que irão frear esse movimento é glúteo máximo e isquiotibiais, sendo assim, o reto femoral terá ação mínima. Já quando o membro está no solo a sua ativação aumenta para evitar a tendência de hiperextensão do quadril produzida pela ação gravitacional, já que ele é também um flexor do quadril.

Treino_em_foco_flexão_de_ braço_push_up_calistenia

Por sua vez, o reto abdominal durante a fase excêntrica da flexão de braço (Push-up) tem uma redução na ativação, em virtude de estar acompanhando a ação gravitacional de tendência de hiperextensão da quadril. Por outro lado, durante a fase concêntrica do movimento a ação é contrária a tendência gravitacional. Portanto, a ação isométrica do reto abdominal será maior para evitar a hiperextensão do quadril.

Alunos, analisem a vídeo aula!!!