O abdominal Toes To Bar para alguns alunos/clientes pode ser extremamente pesado, assim uma progressão de carga cautelosa passa a ser fundamental.

Treino_em_foco_abdominal_toes_to_bar_progressão_prescritiva

Por que é tão difícil para alguns alunos/clientes executar o abdominal Toes to Bar?

Na maioria das vezes todos os exercícios que tem como resistência o peso corporal, ou seja, a massa corporal apresenta grande dificuldade para o aluno/cliente, pois a massa dos seguimentos corporais serão resistência contra a ação muscular.

Assim, no abdominal Toes To Bar o peso do seguimento pé, perna, coxa, pelve e também em algum momento da região lombar da coluna vertebral serão resistência contra ação muscular. Ainda é preciso lembrar que essas massas serão aceleradas pela força gravitacional em 9,81m/s². Somado a isso, os braços de alavanca produzidos do meio para o final da fase concêntrica do exercício, onde se produzi flexão do quadril atrelada a uma flexão toracolombar da coluna vertebral essa resistência será ainda maior em virtude do aumento do braço de alavanca. Portanto, quanto maior for a massa ou peso desses seguimentos corporais e braço de alavanca d maior será o torque resistência produzida contra ação muscular.

Diante disso, caso o aluno/cliente apresenta membros inferiores com bastante massa muscular ou gorda e ainda tenha comprimentos deste grande, o torque resistivo produzido será bem grande e com isso necessitará de uma forte ação muscular.

Além disso, uma falta de força nos músculos do antebraço também poderá levar a dificuldade para sustentar a posição e com isso manter uma boa postura para a execução.

 

Qual seria uma forma adequada para iniciar a execução desse exercício?

Na maioria das vezes um aluno/cliente que começa a executar esse exercício em sua rotina de treino não conseguirá realiza-lo em amplitude completa dentro de uma técnica adequada.

Diante disso, o Treino em Foco entende que seria adequado o profissional de educação física prescrever esse exercício em um primeiro momento com uma amplitude restrita. Ou seja, para alguns alunos/clientes o ato de somente ficar de sustentado na barra poderá ser o início da introdução desse exercício. Já para outros, pode-se iniciar com uma amplitude reduzida, isto é solicitar que o aluno/cliente na fase concêntrica venha a somente flexionar o quadril até aproximadamente 90º com os joelhos flexionados para reduzir o braço de alavanca e assim produzir o torque resistivo menor.

Treino_em_foco_abdominal_toes_to_bar_progressão_prescritiva

Como pode-se realizar a progressão de carga no abdominal Toes To Bar?

Com o passar do tempo para que continue a ocorrer adaptações é fundamental que se produza um aumento na carga de esforço. Para isso, o profissional poderá solicitar para que o aluno venha por exemplo a aumentar a amplitude de movimento na fase concêntrica e com isso já comece a flexionar a coluna vertebral. Quando essa forma de execução começar a ficar fácil, ara aumentar ainda mais a carga de esforço, poderá solicitar que o aluno/cliente agora realize a fase concêntrica com os joelhos mais estendidos, o que fará com que haja uma elevação no torque resistivo e consequentemente na ação muscular. Novamente, quando essa forma de execução ficar leve visando aumentar a carga de esforço deverá solicitar para que venha a realizar agora com os joelhos totalmente estendidos.

Treino_em_foco_abdominal_toes_to_bar_progressão_prescritiva

Ainda buscando a progressão da carga, restringir a amplitude da fase excêntrica poderá ser uma estratégia interessante. Ou seja, o profissional solicita que execute a fase excêntrica até um ponto antes da extensão total da colune vertebral e quadril. Isso fará com que não ocorra um ponto de descanso no final da fase excêntrica. Por fim, uma estratégia seria utilizar caneleiras para aumentar a o peso dos membros inferiores e assim o torque resistido e ação muscular.

Seguidores, acompanhem a vídeo aula.