Fonte de energia de glicose para o exercício físico 1

Please log in or register to like posts.

Fonte da glicose anaeróbia 1

                As fontes de energia para o exercício físico são diversas. Fosfocreatina (PCr), glicose, gordura e proteína podem ser utilizadas como fonte de energia. A glicose é uma das mais versáteis fonte de energia pois apresenta um diferencial em relação as demais fontes, ela pode ser metabolizada anaeróbia ou aerobiamente, isto é, pode ser usada com ou sem a presença do oxigênio.

                O texto que ora escrevo refere-se a alguns pressuposto de utilização da glicose anaeróbia e a relação com o exercício físico. A glicose anaeróbia apresenta-se como fonte preponderante de energia para o exercício físico após a fonte da PCr deixar de atuar com preponderância no fornecimento de energia. Isso ocorre por volta dos 10 segundos a 20 segundos quando há uma queda expressiva na quantidade de PCr muscular devido ao uso no exercício físico intenso, a partir deste momento a glicose anaeróbia “assume a responsabilidade” em fornecer a maior parte de energia para o exercício físico.  Se o praticante de exercício apresentar uma grande quantidade de PCr estocada a entrada da glicose anaeróbia como fonte de energia preponderante ocorrerá por volta dos 20 segundos, se por outro lado, o praticante apresentar pouca PCr estocada nos músculos ativos a glicose anaeróbia “entrará” por volta de 10 segundos. Assim, podemos interpretar que a entrada da glicose anaeróbia como fonte preponderante de energia dependerá da taxa de PCr estocada na musculatura atuante.

                O catabolismo da glicose de forma anaeróbia processa inicialmente com atuação de várias enzimas “quebrando” a molécula inicial em duas moléculas de piruvato, as quais são convertidas em ácido lático e na sequência a lactato como produto final da degradação da molécula inicial de glicose. Desta forma, quanto mais glicose for consumida anaerobiamente como fonte de energia para o exercício mais lactato será formado como produto final do metabolismo. Assim, mais glicose mais lactato.

                Essa rotina metabólica intensa irá ocorrer durante o período em que a glicose anaeróbia for a fonte preponderante de energia. Após aproximadamente 2 a 4 minutos a glicose aeróbia passará a ser a fonte preponderante de energia situação a qual não ocorrerá mais a formação do lactato como produto final da degradação da molécula. Esse tempo de 2 a 4 minutos para o ingresso da glicose aeróbia ocorre devido a condição de ajuste fisiológico do organismo para o consumo adequado de oxigênio conduzindo-o até as mitocôndrias musculares. Assim, ajustes fisiológicos deverão ocorrer para o aumento do consumo do oxigênio e esses ajustes demandam tempo de aproximadamente 2 a 4 minutos dependendo a condição física do praticante.

                Por ora é isso, em outros textos irei apresentar outras questões que envolvem tanto a glicose anaeróbia como a glicose aeróbia, como por exemplo, a relação de fadiga e produção de lactato. FIQUE LIGADO!

Texto produzido por: Prof. Dr. João Moura.

2 comments on “Fonte de energia de glicose para o exercício físico 1

  1. Professor que tal próximo curso abordar fontes energéticas, com siclos de crebs, ciclo da ureia e todo o resto.

    • Teremos esta abordagem já no primeiro curso sobre sistemas de treinamento Alexandre. Abordarei as fontes de energia para podermos analisar as mesmas nas fontes de energia nos sistemas de treino.

      abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *