ad

Related Articles

2 Comments

  1. 1

    Bruno Mello

    Sempre oriento meus alunos nesse sentido, de se trabalhar indiretamente o abdômen, coloco sempre que assim se gera um trabalho de fortalecimento satisfatório, infelizmente percebo que há uma mania entre os professores de se passar abdominais em todos os treinos sem nenhuma necessidade. Importante observar que o fortalecimento abdominal de maneira secundária ocorre em praticamente todos os exercícios, bastando para isso um desenvolvimento da percepção subjetiva de esforço com consequente contração abdominal e um treino com cargas mais altas, quanto mais peso, maior a contração abdominal e maior o resultado de fortalecimento dessa musculatura. Costumo comparar o abdômen com o ante braço, duas musculaturas muito solicitadas em vários exercícios e portanto, não há necessidade em treinos mais avançados, de se trabalha-las isoladamente.

    Abraco,

    Reply
    1. 1.1

      Jefferson Sousa

      Perfeita análise Bruno, compartilho da mesma linha de raciocínio inclusive do ante braço. Porém, até que o cliente chegue a um nível de treinar com exercícios que recrutam fortemente o reto abdominal como sinergista estabilizador, é importante um treinamento adequado e bem orientado para desenvolver força nesta musculatura. Com o tempo de treino a propriocepção melhora, concentração, e o aluno/cliente já conhece mais seu próprio corpo e conseguira sentir fortemente o reto abdominal nestes exercícios.

      Abraço

      Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *