O personal trainer se especializar para atuar com um determinado grupo poderá ser uma excelente estratégia de mercado.

Por que é interessante o personal trainer ser um especialista?

Hoje em dia o trabalho personalizado, ou seja, a atuação do profissional de Educação Física como personal trainer veem crescendo. Possivelmente, isso está ocorrência em virtude dos benefícios identificada pela ciência e também pelos aluno/cliente que visualizam os resultados obtidos pelos aluno/cliente que treinam com personal trainer.

Um outro fator que contribui para esse aumento vertiginoso na procura pelo trabalho do personal trainers os aluno/cliente que apresentam algum necessidade especial. Ou seja, é muito comum alunos/cliente que apresentam problemas cardiovascular, ortopédicos entre outros quando são orientados a iniciar a pratica de exercícios físicos chegarem a academia e já procurarem o trabalho de um personal trainer.  Entretanto, é comum esse aluno/cliente não conseguir identificar um personal trainer que seja especializado para realizar um trabalho consciente. Diante disso, muitas vezes ele (aluno/cliente) poderá “cair” na mão de um profissional (personal trainer) que não tem a mínima experiência em trabalho com esse especificado. Isso não quer dizer que esse personal trainer irá errar no momento de aplicar o treinamento. Porém, em virtude do seu conhecimento baixo para trabalhar com esse público especifico ocorrerá dificuldade na evolução desse aluno/cliente.

Assim, o Treino em Foco entende que um personal trainer que tenha feito por exemplo uma especialização para trabalhar com determinado público conseguirá realizar um trabalho mais eficiente e seguro com esse aluno/cliente. Todavia, isso não significa que um personal trainer que seja generalista, ou seja que não tenha um especialização em uma determinada área não venha obter sucesso na sua carreira. Porém, em alguns momentos poderá esbarrar nesse cenário.

Seria interessante ter uma, duas ou mais especializações?

Na visão do Treino me Foco isso dependerá muito das circunstâncias de atuação do personal trainer. Ou seja, o personal poderá realizar uma, duas, ou até mais especializações. Todavia, seria interessante que esse profissional tomasse um determinado cuidado para tentar realizar especializações que tenham certas semelhanças.

Por exemplo, imaginemos que um determinado personal realize uma especialização para trabalhar com alunos/cliente cardiopatas. Entendendo que a síndrome metabólica pode desencadear em doenças cardiovasculares, seria bem interessante que o mesmo realizasse talvez cursos ou até mesmo uma especialização para trabalhar com alunos/cliente portadores dessa síndrome. Outra especialização interessante também pensando na situação desse personal trainer seria em trabalhar com alunos/clientes obsessos, condição essa que também pode levar a doenças cardiovasculares. Ou seja, assim o personal trainer realizará especializações que em algum momento da sua atuação irão se combinar. Todavia, não parece interessante um personal realizar um especialização em treinamento de corrida e depois um em treinamento de hipertrofia, pois são zonas de trabalho e principalmente alunos/cliente totalmente diferentes.

Seguidores, não percam a vídeo e aula e analisem a opinião do Treino em Foco sobre esse tema.