Qual o comportamento de alguns alunos/clientes?

Mesmo o aluno/cliente buscando um determinado objetivo com a prática do exercício físico, o mesmo não adota comportamentos que sejam adequados para o objetivo planejado. Por exemplo, é muito comum alunos/clientes que buscam por exemplo o processo de emagrecimento não conseguirem aderir a um planejamento alimentar. Diante disso, obviamente como sabemos este comportamento irá limitar um pouco o sucesso do programa de treinamento.

Diante disso, qual deve ser o posicionamento do profissional de educação física?

O professor Franklin entende que a melhor forma para conseguir conscientizar o aluno/cliente para a sua mudança de comportamento é criar o relacionamento. Por isso, ele (Franklin) ressalta que os primeiros contatos com o aluno/cliente são fundamentais para conseguir criar um bom relacionamento.

Com a criação deste relacionamento com o aluno/cliente ficará mais fácil, e natural o profissional de educação física conseguir dar um feedback de como está andando o plano de treinamento. Ou seja, com a criação desse laço de confiança ficará mais fácil para o profissional “cobrar’ o aluno/cliente para que mude seu comportamento para atingir o seu principal objetivo. Com a criação desta intimidade o aluno/cliente não entenderá como uma crítica o feedback do profissional.