Programas de exercícios físicos que visem o processo de emagrecimento, poderão diminuir o volume do seio das mulheres em virtude da redução do percentual de gordura.

treino_em_foco_tamanho_volume_do_seio_voador_frontal

O seio ou mama é constituído por três tipos de tecidos, sendo eles: tecido adiposo(gordura), tecidos conectivo e pelas glândulas mamárias. Já o formato e volume do seio da mulher é influenciado diretamente pelo contudo de gordura (tecido adiposo) e pelo tamanho das glândulas mamárias. Muitas mulheres buscam no treinamento resistido com pesos ou musculação a pratica de exercícios específicos para musculatura de peitoral maior visando modificar o formato e volume do seio. Entretanto, alcançar esse objetivo realizando exercícios específicos para esse grupo muscular (peitoral maior) como voador frontal, supino reto e inclinado é quase impossível. Como todos nós sabemos o músculo peitoral maior está abaixo do seio. Dessa forma, por mais que a mulher realize um treinamento sistematizado e venha gerar um grua considerável de hipertrofia muscular do peitoral maior, ocorrerá pouco ou nenhuma modificação no volume do seio.

Todavia, se a mesma realizar atrelada aos treinos de musculação, treinamento aeróbio e uma dieta visando o processo de emagrecimento provavelmente ocorrerá uma redução no volume do seio. Porém, o formato não mudará. Essa redução no volume do seio estará intimamente relacionada a uma diminuição total no conteúdo de gordura corporal, ou seja, do percentual de gordura. Diante disso, podemos concluir que programas de treinamento que visem o processo de emagrecimento poderão produzir uma redução no volume do seio, em consequência de uma redução na gordura corporal total.

Quais os fatores que determinam as características morfológicas do seio?

 A estrutura do seio é constituída por três tipos de tecidos sendo eles: tecido adiposo, tecidos conectivos e as glândulas mamárias que são responsáveis pela produção do leite que em seguida serão conduzidos pelos ductos aos mamilos. As glândulas mamárias distribuem-se por todo o seio. O restante da mama ou seio é composto por tecido conjuntivo (colágeno e elastina) e tecido adiposo (gordura).

Analisando anatomicamente, o seio (mamas) estão localizados sobre o músculo peitoral maior prolongando-se verticalmente a partir do nível da segunda costela até a sexta ou sétima. Já no sentido horizontal os seios estendem-se até aproximadamente a borda do osso esterno e a uma linha média, imaginária, na axila.  Cada seio (mama) limita-se na sua região posterior com a aponeurose, ou seja, a fáscia do músculo peitoral maior, contendo em casa seio um conteúdo de tecido adiposo onde não há tecido glandular. A gordura e o tecido conjuntivo descrito acima no texto, juntamente com os ligamentos de Cooper(ligamento que conecta a glândula a pele) constituem  um verdadeiro ligamento que dão forma e as sustentam, permitindo assim que que o seio “posiciona-se” sobre a musculatura do peitoral maior.

Diante dos argumentos apresentados acima no texto podemos entender que a dimensão , ou seja, volume do seio é determinado pelo conteúdo de gordura (tecido adiposo) contido e pelo tamanho da glândula mamária.

seio_anatomia_mama_treino_em_foco_exercicios_fisicos_tamanho_do_seio

Realizar exercícios específicos no treinamento resistido com pesos ou musculação como voador frontal poderá alterar o tamanho ou formato do seio?

Como apresentado acima no texto o tamanho e formato do seio é definido pelo conteúdo de gordura e pelo tamanho da glândula mamária. Dessa forma, quando realiza-se exercícios como por exemplo voador frontal, supino reto, supino inclinado ou até mesmo o crucifixo o indivíduo estará trabalhando principalmente o músculo peitoral maior (obviamente nesses exercícios estarão sendo envolvidos dinamicamente outros grupos muscular como deltoide anterior, peitoral menor, tríceps braquial). Lembrando que o músculo peitoral maior está abaixo do seio.

Dessa forma, devido à localização anatômica do peitoral maior da mulher por mais que a mesma venha a executar um treinamento sistematizado para essa musculatura em questão (peitoral maior) poderá não ocorrer uma alteração significativa no tamanho e na forma do seu seio.

De que forma o treinamento aeróbio (corrida) sistematizado poderá influenciar no tamanho do seio?

Como já foi apresentado no texto o seio da mulher tem seu formato baseado no tamanho da glândula mamária e principalmente no conteúdo de tecido adiposo ali encontrado. Dessa forma, com a pratica sistemática do treinamento aeróbio como todos nós sabemos ocorre tendência a redução dos níveis de gordura corporal, ou seja, de tecido adiposo. Diante disso, com a pratica da corrida ocorrerá uma redução do percentual de gordura total e com isso uma redução no conteúdo de tecido adiposo no seio.  Caso essa situação apresentada acima no texto ocorra, ai sim, provavelmente essa praticante de corrida (treinamento aeróbio) sofrerá uma redução no tamanho do seu seio.

Um ponto importante a salientar é que qualquer atividade física ou dieta que produza uma redução dos níveis de gordura corporal, ou seja, no percentual de gordura de todo o corpo refletirá em uma alteração estética no volume do seio. Porém, é ainda importante lembrar que o desenho e constituição do seio não poderá ser alterado com a pratica de exercícios físicos.

treino_em_foco_tamanho_do_seio_volume_exercicios_fisicos_

Seguidores, não percam o vídeo de hoje e saibam se o treinamento sistematizado pode alterar ou não o volume do seio.