Você conhece as CARACTERÍSTICAS da coluna vertebral?
Sabe qual a função principal da coluna vertebral?
Quer saber quais são os COMPONENTES ESTRUTURAIS que formam a coluna vertebral?
Você sabe quais são as CURVATURAS FISIOLÓGICAS da coluna vertebral no plano sagital?
E por fim, qual a relação do SACRO com as curvaturas da COLUNA VERTEBRAL?

De uma forma DIDÁTICA a coluna vertebral pode ser entendida como um ALICERCE CENTRAL do corpo, que vai conectar obviamente CARGAS VETORIAIS do cranio, tronco, principalmente da cintura escapular, e o peso dos membros superiores, lincando toda essa carga descrita através de uma VIGA do ponto de vista didático, que transmite essa CARGA para a região da PELVE e membros INFERIORES.
Coluna vertebral tem a forma de um CUBO OCO, pois em uma PARTE ANTERIOR se localiza o CORPO VERTEBRAL, posteriormente se localiza a ALÇA POSTERIOR, nessa região oca é a passagem da MEDULA ESPINHAL. Continuando a explicação de uma forma DIDÁTICA, esse CANO OCO que é a coluna vertebral, será FATIADO várias vezes ao longo do seu comprimento, onde cada uma dessas fatias representará uma VÉRTEBRA. Existem 24 VÉRTEBRAS MÓVEIS, e na parte final aonde se posiciona o SACRO temos cinco vértebras FUNDIDAS, e mais as QUATRO ou CINCO vértebras do cóccix. Falando agora do CORPO VERTEBRAL ele apresenta a sua PORÇÃO ANTERIOR preenchida, já sua PORÇÃO POSTERIOR é OCA que é por onde passa a medula espinhal. Temos também os DISCOS INTERVERTEBRAIS que são estruturas de fibrocartilagem, que será abordado nas próximas vídeos aulas de cinesiologia.

Obviamente a COLUNA VERTEBRAL não é RETILÍNEA como sabemos, no PLANO SAGITAL a coluna vertebral apresenta curvaturas, que recebem nomes específicos em função das suas REGIÕES de aparecimento, então temos a LORDOSE CERVICAL, a CIFOSE TORÁCICA, LORDOSE LOMBAR, essas são as três regiões MÓVEIS e funcionais da coluna vertebral, porém ainda temos mais uma curvatura que é a, CIFOSE SACROCOCCÍGEA porém as vertebrais que fazem parte do sacro e do cóccix são FUNDIDAS, passando a ser uma REGIÃO IMÓVEL do ponto de vista mecânica motor da coluna vertebral.

A última vértebra lombar que é denominada de L5 se apoia sobre o SACRO, então podemos entender que o POSICIONAMENTO DO SACRO é importante para dar APOIO MECÂNICO para L5. Em relação a uma linha horizontal perfeita, podemos perceber que a base, ou seja, a REGIÃO SUPERIOR do sacro que é a S1, NÃO é horizontalizada, em relação a uma linha HORIZONTAL PERFEITA, existirá uma inclinação, então o ideal ANATÔMICO MECÂNICO  é que, o SACRO apresente um grau de inclinação . O PORQUÊ disso é que, qualquer MOVIMENTO do sacro provoca modificação nas CURVATURAS VERTEBRAIS, ou seja, se o sacro inclinar ANTERIORMENTE e sua base, a superfície de S1 ficar mais VERTICALIZADA, e o sacro como um todo ficará mais HORIZONTALIZADO, com isso L5 irá se INCLINAR anteriormente, levando a uma ACENTUAÇÃO da curvatura de LORDOSE LOMBAR, e por acomodação um aumento na curvatura de CIFOSE TORÁCICA.

Já se o SACRO inclinar VERTICALIZANDO a sua estrutura como um todo,  a base de apoio para L5 irá se tornar QUASE que HORIZONTALIZADA, podemos então raciocinar que L5 não terá mais aquela base de INCLINAÇÃO IDEAL, e L5 projetará sua base de apoio para L4, que projetará para L3 e assim SUCESSIVAMENTE. Agora  teremos uma RETIFICAÇÃO da curvatura de lordose lombar, que compensa com uma RETIFICAÇÃO da curvatura de cifose torácica. Já se o sacro inclinar LATERALMENTE no PLANO CORONAL, perceberemos que a visão RETILÍNEA da coluna vertebral que é a ideal se perde, essas curvatura  chamamos de ESCOLIOSE.

Então SEGUIDOR do Treino Em Foco, se você quer CONHECER mais sobre a coluna vertebral, suas CARACTERÍSTICAS, e qual a relação do SACRO com o correto posicionamento da coluna vertebral, NÃO PERCA o TEF CINESIOLOGIA de hoje.