Por que é importante realizar sistematicamente avaliações morfológicas no aluno/cliente?

A repostas para essa pergunta é extremante simples, ou seja, é essencial que o personal trainer venha a realizar de forma sistemática avaliações morfológicas para identificar se o planejamento do treinamento está alinhado com o objetivo do aluno/cliente. Diante disso, caso as metas a curto e médio prazo que forma traçadas para atingir o objetivo principal não estejam sendo atingidas, certamente seja necessário realizar uma reprogramação do treinamento. Por outro lado, se os objetivos a curto e médio prazo estejam sendo atingidos, manter a programação é o necessário.

A maioria das vezes os personais trainers realizam as avaliações a cada dois meses. Obviamente, esse período não é uma regra. No entanto, é utilizado muito provavelmente pelo fato de quando se realiza uma alteração na programação de treino, os ajustes das valências biomotoras a serem trabalhadas passam a ser visíveis após oito semanas. Porém, como citado acima, essa não é uma regra.

Para realizar a avaliação morfológica os personais trainers poderão utilizar diferentes métodos. Entre eles, o mais utilizados é a antropometria, sendo que através do coleta de dados como perímetros corporais, espessura de dobras cutâneas, e diâmetros ósseos pode-se através de equações preditivas estimar o percentual de massa gorda e muscular. Diante disso, esse é o método mais utilizados dentro das academias de ginasticas.

No entanto, atualmente a BodyMetrix, iniciou a comercialização de uma aparelho de ultrassonografia para realizar a avaliação morfológica. Através deste (ultrassom) é possível visualizar e quantificar a espessura de gordura, massa muscular e também analisar a qualidade muscular de diferentes grupos musculares. Desta forma, os personais trainers terão a capacidade de realizar uma avaliação morfológicas mais direta em relação da antropometria e consequentemente acurada e fidedigna, destes parâmetros citados acima.

Treino_em_foco_avaliação_morfológica_ultrassom

Então, qual seria o “melhor” instrumento para realizar um acompanhamento do aluno/cliente ao longo do tempo?

Em uma respostas rápida, acreditamos ser “melhor” a utilização da ultrassonografia. A principal justifica para essa afirmação, está intimamente relacionado a capacidade em que os personais trainers terão, como citado acima no texto, em realizar uma quantificação mais acurada dos pontos de medidas. Além disso, outra vantagem a favor da ultrassonografia é a capacidade de realizar uma análise/quantificação de todo o seguimento que está sendo analisado. Ou seja, como a ultrassonografia é realizada via varredura do seguimento, é possível quantificar a espessura de gordura, músculo e qualidade muscular em vários pontos de seguimento. Com isso, será possível identificar como o aluno/cliente responde ao treinamento ao longo do seu seguimento. Desta forma, o personal trainer poderá analisar a resposta individual de cada aluno/cliente seu.

Treino_em_foco_avaliação_morfológica_ultrassom

Por outro lado, a principal desvantagem que identificamos hoje em relação a utilização da ultrassonografia é o seu valor de comprar. Atualmente, para adquirir o aparelho o personal trainer necessitará investir em torno de 15 000 reais. Obviamente, esse investimento impede que muitos personais trainers venham adquirir, principalmente os recém formados. Porém, como toda tecnologia ao longo do tempo tem uma redução em seu valor, acreditamos que nos próximos anos, o ultrassom estará com um valor mais acessível a todos.

Alunos, analisem a vídeo aula!!!