O Ultrassom parece ser um instrumento mais sensível para analisar a morfologia entre clientes.

Treino_em_foco_avaliação_morfológica_ultrassom

O que é possível observar entre os alunos/clientes na avaliação morfológica utilizando o ultrassom?

Utilizando o ultrassom para realizar a avaliação morfológica o personal trainer ou nutricionista conseguirá realizar uma comparação entre alunos/clientes. Ou seja, será possível observar através dos seguimentos corporais a serem analisados o comportamento da espessura de gordura subcutânea, espessura muscular e a densidade muscular.

Portanto, ao contrário da avaliação morfológica via antropometria o profissional conseguirá observar ao longo de todo qual o comportamento da gordura subcutânea, do tecido muscular e da densidade. Assim, conseguirá observar de uma forma mais sensível qual a resposta individual de cada aluno/cliente para o treinamento aplicado. Além disso, será possível o personal trainer realizar uma análise do porquê os seguimentos corporais desse aluno/cliente apresentam essas características específicos. Por exemplo, caso pratique algum esporte de ação motora unilateral, o comportamento morfológico poderá ser diferente do membro ao qual não é utilizado na prática do esporte.

Treino_em_foco_avaliação_morfológica_ultrassom

Diante deste conhecimento, quais as tomadas de decisões que ao personal trainer poderá ter no momento da prescrição do exercício?

Por exemplo imaginando que ao realizar a comparação de alguns alunos/clientes o personal trainer venha a observar que um deles apresenta uma espessura de tríceps muito maior em relação ao bíceps. Diante disso, imaginando que esse aluno/cliente busque aumento de volume muscular (hipertrofia muscular) uma tomada de decisão poderia ser a aplicação de um maior volume total de treino para a região anterior do seguimento braço, isto é par ao bíceps. Já para o outro aluno/cliente que apresenta uma simetria maior da região anterior e posterior do braço, a tomada de decisão poderá ser a manutenção do volume de treino para abas as regiões.

Ainda se poderia observar que um determinando aluno/cliente apresenta um desenvolvimento grande de quadríceps em relação aos isquiotibiais. Diante disso, uma estratégia poderia ser aumentar o volume de trabalho para a região posterior de coxa, visando buscar reduzir essa assimetria.

Treino_em_foco_avaliação_morfológica_ultrassom

Alunos, analisem a vídeo aula!!!