Você gosta de CORRIDA?
Você pratica SISTEMATICAMENTE corrida?
Nessa sua pratica você SENTE ou já sentiu DORES NAS COSTAS?
O que eu DEVO fazer?
Qual EXERCÍCIO FAZER para minimizar ou eliminar essas dores?

Recebemos o e-mail do SEGUIDOR Carlos Pinheiro, que é um praticante de CORRIDA, já pratica a algum tempo, mais não DEFINIU exatamente o tempo de prática, e ultimamente tem sentido DORES NAS COSTAS, mais também não CARACTERIZOU se é uma dor AGUDA, que ocorre logo após a corrida, ou se é uma DOR CRÔNICA que persiste por dias ou semanas. Também não descreveu, qual a INTENSIDADE da dor, mais deixou claro, que essas dores nas costas vem ATRAPALHANDO seu treinamento de corrida.
E o que ele quer SABER é: Quais EXERCÍCIOS devo fazer para afastar ou minimizar essas DORES nas COSTAS?

Para RESPONDER com PRECISÃO a pergunta, do que FAZER, ou qual EXERCÍCIO fazer para minimizar essa dor, precisaríamos de INFORMAÇÕES como: se é uma DOR AGUDA ou CRÔNICA, a quanto TEMPO sente dor, se apresenta algum DESVIO POSTURAL, se tem alguma HÉRNIA de disco, se apresenta um ESPONDILOLISTESE ou ESPONDILÓLISE na região, se essa dor SURGIU a partir de um momento ESPECIFICO, se quando ALONGA ocorre MINIMIZAÇÃO da dor, e vários outras informações importantes. Queremos deixar CLARO que sem INFORMAÇÕES mais PRECISAS, sem uma ANAMNESE fica difícil tecer qualquer comentário.

Em um estudo postado na semana passada, no grupo de CIÊNCIA DO TREINO EM FOCO, foi avaliado a associação entre ARCOS PLANTARES , hiperlordose, hipolordose e DORES LOMBARES, o autor obteve como RESULTADO que as pessoas que apresentaram o PÉ PLANO , tinham associação com HIPERLORDOSE LOMBAR e consequentemente DOR LOMBAR.
Então IMAGINAMOS que essa dor lombar que o seguidor ESTÁ sentido, seja em função de um ARCO PLANTAR fora das condições NORMAIS, e que está se deformando por falta de FORTALECIMENTO dos músculos que ajudam a compor o arco plantar que são os: MÚSCULOS INTRÍNSECOS do próprio pé, e músculos que estão conectados com a perna, como o TIBIAL ANTERIOR e FIBULARES, que ajudam a manter uma boa ARQUITETURA do arco longitudinal do pé. Então por exemplo uma das hipóteses é que, se o seguidor tem um PÉ PLANO, isso poderá estar levando ele a sentir DORES NAS COSTAS. Poderíamos nesse caso, solicitar uma AVALIAÇÃO mais detalhada dos PÉS, para verificar os arcos plantares, caso fosse diagnosticada a presença de pé plano, ai sim teríamos que corrigir o FATOR CAUSA, que nessa hipótese seria a correção do ARCO PLANTAR, lembrando que aqui estamos IMAGINANDO e levantando hipóteses do que poderia estar levando a presença dessas dores nas costas.

Mas o ponto IMPORTANTE do treino em foco responde de hoje, é que precisamos de um DIAGNOSTICO PRECISO, para identificarmos o FATOR CAUSA dessa dores nas costas. A partir do momento que identificamos o fator causa, ai sim um PROFISSIONAL de educação física, um fisioterapeuta,ou um ortopedista, poderão pensar o que fazer para tratar o problema. Normalmente para se trabalhar a prescrição de exercício, se NECESSITA de uma BOA AVALIAÇÃO. A ORIENTAÇÃO ou CONTRIBUIÇÃO que o TREINO EM FOCO pode dar ao seguidor Carlos Pinheiro e as demais seguidores é que: primeiro procure um MÉDICO, e busque um DIAGNOSTICO mais preciso, como uma RADIOGRAFIA, não acusando nada e as dores se mantendo, talvez uma RESSONÂNCIA MAGNÉTICA, fazer uma AVALIAÇÃO POSTURAL, também avaliar a sua FLEXIBILIDADE para verificar se apresenta algum ENCURTAMENTO em uma região, e isso esteja tirando a sua PELVE d um ALINHAMENTO adequado, e gerando dores nas costas, ou seja existem VÁRIOS FATORES, ortopédicos, biomecânicos, cinesiológicos e coordenativos a serem avaliados, para identificar o fator causa, que está levando ao aparecimento de DORES NAS COSTAS, como é o caso do seguidor Carlos Pinheiro.

Então seguidor, se você pratica corrida e está sentido dores nas COSTAS, NÃO PERCA o TEF responde de hoje e tire as suas DÚVIDAS.