Você SABE o que é percepção subjetiva de esforço?
Será que podemos CONTROLAR a intensidade do treinamento resistido com pesos/musculação pela RESPOSTA da percepção subjetiva de esforço?

E se o treinamento resistido com pesos/ musculação, for REALIZADO em uma PLATAFORMA ESTÁVEL ou INSTÁVEL, qual será a resposta da percepção subjetiva de esforço do praticante?

Esse estudo teve por OBJETIVO comparar a percepção subjetiva de esforço e CARGA total levantada nos exercícios RESISTIDOS COM PESOS em plataformas estáveis e instáveis. Para participar do estudo foram selecionados 20 HOMENS, idade 24,6 3,4 nos, estatura 17 0,1 cm, massa corporal de 80,6 9,1 Kg e 11,8 3,4 % de gordura corporal, esses valores são as MÉDIAS do GRUPO. Cada voluntário realizou um teste de 15 REPETIÇÕES MÁXIMAS nos exercícios de: Meio AGACHAMENTO (solo e discos de equilíbrio), REMADA CURVADA com a pegada pronada( solo e sobre um bosu), e no exercício de ROSCA DE BÍCEPS (solo e discos de equilíbrio), todos os exercícios executados em ambas as condições.
A percepção subjetiva de esforço foi MEDIDA através da escala de OMNI- RES, e o valor da CARGA LEVANTADA (Kg). Na análise ESTATÍSTICA, para testar a normalidade dos dados , utilizou-se o teste de Shapiro – Wilk, já para medir as possíveis diferenças relacionadas as CARGAS LEVANTADAS (Kg) e percepção subjetiva do esforço de cada voluntário nas PLATAFORMAS, foi utilizado o teste t pareado, adotando um nível de significância de p <0,05.
Nos RESULTADOS foi verificado que NÃO HOUVE diferenças significativas entre os valores de percepção subjetiva de esforço em PLATAFORMA ESTÁVEL E INSTÁVEL, obteve-se valores de percepção subjetiva de esforço no MEIO AGACHAMENTO em plataforma ESTÁVEL de 8,2, e instável 8,5, já na REMADA CURVADA PRONADA na plataforma estável obteve-se 8,4 e na instável também 8,4, e por fim na ROSCA DE BÍCEPS, valores de percepção subjetiva de esforço na plataforma estável de 8,6 e instável de 8,7.
Agora avaliando a CARGA LEVANTADA(Kg), no exercício de MEIO AGACHAMENTO na plataforma estável obteve-se o valor de 83,9kg e na plataforma instável 70,3kg, na REMADA CURVADA o valor foi menor, com 53,2 kg em plataforma estável, e 48,6kg na instável, podemos notar que realizando o exercício de meio agachamento e remada curvada pronada em plataforma estável obteve-se valores MAIORES DE CARGA LEVANTADA, do que quando realizado em plataforma INSTÁVEL.
Já para o exercício de ROSCA DE BÍCEPS, esse comportamento NÃO OCORREU, obteve-se valores de 48,2kg em plataforma estável e 47,4kg na plataforma instável.
Podemos CONCLUIR então que as PLATAFORMA não promoveram DIFERENÇAS nas respostas da percepção subjetiva de esforço, ou seja, não foram encontradas DIFERENÇAS SIGNIFICATIVAS na resposta da PSE nos três exercícios resistidos analisados. Sendo assim, o TREINAMENTO RESISTIDO COM PESOS em PLATAFORMA INSTÁVEL com uma menor carga máxima total levantada provoca SEMELHANTE resposta da PSE, logo seria mais uma ferramenta auxiliar na aplicabilidade do controle da carga no treinamento resistido com pesos/musculação.

Então SEGUIDOR se você não sabe o que é percepção subjetiva do esforço, e como UTILIZAR no treinamento resistido com pesos/musculação, NÃO PERCA o Analise de Artigos de hoje.