Você EXECUTA exercícios específicos para musculatura abdominal?

Quantas VEZES na semana, você faz exercícios abdominais?

Será que posso fazer exercícios abdominais TODOS OS DIAS, ou em todas as sessões de treinamento?

O SEGUIDOR César Andrade, questionou o Treino em Foco, se seria interessante realizar exercícios abdominais todos os dias, ou em todas as sessões de treinamento.

Para responde essa pergunta, teremos que RACIOCINAR e REFLETIR sobre alguns aspectos, IMAGINAMOS que o treinamento que você esteja fazendo seja para RESISTÊNCIA MUSCULAR GERAL E LOCALIZADA, ou seja, seu treinamento tem por objetivo desenvolver a CAPACIDADE da fibra muscular em resistir ao esforço físico, com isso você TRABALHARÁ pautado em variáveis de volume, ou seja, executar VÁRIAS REPETIÇÕES, um volume grande de SÉRIES, e de EXERCÍCIOS. Numa situação que o objetivo do seguidor César Andrade seja DESENVOLVER RESISTÊNCIA muscular geral/localizada, ele poderia executar ABDOMINAIS todos os dias, obviamente com uma INTENSIDADE MAIS BAIXA, que PROPORCIONARA a ele executar um grande volume de séries e exercícios para região abdominal.

Agora se o OBJETIVO do treinamento abdominal seja desenvolver FORÇA, POTÊNCIA, aumento do volume muscular (HIPERTROFIA), o pensamento e a reflexão sobre o tema MUDARÁ. Nesses tipos de treinamento citados é IMPORTANTE uma INTENSIDADE ALTA de trabalho. Para que tenhamos uma intensidade alta teremos que DIMINUIR ou RESTRINGIR um pouco o VOLUME DE TREINAMENTO, para que possamos aumentar a intensidade do trabalho físico. Então se você, está realizando um treinamento de força muscular, potência, ou ainda de hipertrofia, você PRECISARÁ de muita intensidade, e consequentemente baixar o volume de trabalho físico para que permita treinar em ALTA INTENSIDADE, com isso estaremos trabalhando dentro de um princípio do treinamento esportivo chamado de, INTER-RELAÇÃO volume vs intensidade.

Nessas condições você NÃO PODERÁ treinar abdominais todos os dias, pois ao executar os exercícios abdominais você gerará um desgaste das fibras musculares da REGIÃO ABDOMINAL. Essas desgastes são: consumo de glicogênio muscular local, por exemplo de reto abdominal e oblíquos, MICROLESÃO TECIDUAL ou dano sarcomial produzido pontualmente na região abdominal, e ainda podemos interpretar que além desse desgaste na região abdominal ocorrida pela execução de EXERCÍCIOS ESPECÍFICOS para essa região, teremos também outros exercícios que tensionam a REGIÃO ABDOMINAL, e que não são específicos para essa região, por exemplo, no AGACHAMENTO, nos exercícios de PUXADA na roldana alta, esse são alguns exemplos.

Então SEGUIDOR do Treino em Foco, que estão com DÚVIDA se deve fazer ou não abdominais todos os dias, NÃO PERCA a vídeo aula e tire todas suas dúvidas.