Quais os resultados do estudo que analisou o agachamento livre vs agachamento no Smith Machine?

Foi postado um estudo no instgram do Treino em Foco onde o objetivo foi analisar atividade eletromiografica dos músculos motoros primários e estabilizados durante a execução do agachamento com pesos livres e no Smith Machine.

Os voluntários foram submetidos a realizar uma série de oito repetições hora no agachamento com pesos livres e Smith Machine. Durante a execução foi coletado o sinal eletromiográfico dos músculos motores primários (vasto medial, vasto lateral e bíceps femoral), estabilizadores do membros inferiores (tibial anterior e gastrocnêmicos laterais) e estabilizadores do tronco (reto abdominal e eretores da espinha).

Observou-se no agachamento com pesos livres 34% de maior atividade eletromiografica no gastrocnêmico, 26% no bíceps femoral e 49% no vasto medial. Ainda, no agachamento com pesos livres identificou-se 25% maior atividade eletromiográfica no vasto lateral, porém, essa diferença foi estatisticamente significativa.

Portanto, no geral sobre todos os grupos musculares, o agachamento com pesos livres exibiu 43% maior atividade eletromiografica comparado ao agachamento no Smith Machine.

Assim, esses foram os principais resultados do estudo. Porém, o professor João Moura decidiu desafiar a galera com alguns pontos de aplicações práticas dos resultados do estudo.

Qual foi o desafio que o professor João Moura lançou?

O professor João produziu quatro questões para que os nossos seguidores viessem a raciocinar qual a alternativa correta diante dos resultados apresentados pelo estudo, forma elas:

✔A – Agachamentos no Smith Machine não servem para nada já que vários músculos analisados apresentaram menor ativação eletromiográfica. Assim, seria perda de tempo prescrever tal exercício para praticantes de TRP;

✔B – Os dois exercícios são bons pois recrutam vários músculo de MMII e estabilizadores do tronco. Portanto, não há nenhum benefício em prescrever um exercício em detrimento do outro;

✔C – Se o pensamento prescritivo for de acionar mais a musculatura estabilizadora do tronco pode-se optar por qualquer um dos exercícios. Porém, se o objetivo principal é o acionamento da musculatura de MMII deve-se privilegiar o agachamento com peso livre;

✔D – Os músculos estabilizadores do tronco são pouco solicitados durante a execução dos exercícios Smith Machine e Agachamento Livre.

Diante disso, a alternativa que o Treino em Foco entende como a mais coerente é a B. Pois, critério primário para selecionar um exercício é a condição física do aluno/cliente. Ou seja, mesmo sabendo que o agachamento livre produziu ativação muscular maior é necessário interpretar se o aluno/cliente está pronto para executá-lo. Por exemplo, imaginemos que você esteja trabalhando com um iniciante seria mais coerente primeiro prescrever o agachamento guiado e depois ao longo do tempo introduzir o agachamento livre. Com essa estratégia a lógica do fácil par ao difícil será ou do simples para o complexo será respeitada.