Related Articles

2 Comments

  1. 1

    Andrews Fontana

    Olá…

    João, gostei muito da matéria e achei um ponto bem interessante a se tocar.
    Creio que a questão da força aplicada pelo atleta ou mesmo seu limite de resistência está ligado na parte consciente do cérebro e a partir do momento em que nós começamos a deixar o consciente de lado podemos alterar as capacidades do corpo do ser humano. É mesma situação de quando acontece algum acidente e a pessoa necessita usar muita força para salvar uma vida por exemplo e ela vai além dos seus limites normais pois no momento seu consciente está desligado ou seja, ela não pensa se consegue ou não erguer certa carga apenas ergue a carga no seu limite máximo.
    Nos testes em que os atletas são privados de ver a carga nós forçamos o mesmo a desligar uma parte do seu consciente e assim ele pode ou não levantar mais peso ou mostrar maior resistência.
    Talvez um treino nessa metodologia seja mais eficiente contanto que estabelecido certo limite para a ativação das fibras musculares para que não ocorra uma lesão muito grande.
    Não sou ligado totalmente a área de educação física, mas pratica artes marciais há mais de 10 anos sendo o principal o Karatê de contato e posso fazer essas afirmações em decorrência de experiência dos meus treinamentos, no karatê por exemplo você além de usar força e técnicas tem que acreditar na sua resistência e potência dos golpes para se sobre sair em relação ao oponente. Então acredito que a mente (o cérebro) é a grande responsável.

    Gostei muito da matéria, está de parabéns.

    Reply
    1. 1.1

      João Moura

      Olá Andrews,

      ótimas observações e tua hipótese esta bem fundamentada, porém como hipótese teria que ser testada para que pudéssemos comprová-la. De qualquer forma gostei da tua linha de raciocínio e argumentativa. Fica ai a tua observação e reflexão para todos os seguidores do TEF (treino em foco).

      abraço

      Reply

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *