O corpo humano quando em trabalho físico intenso gera determinados “desgastes” musculares, metabólicos, hormonais e bioenergéticos. Tais “desgastes” são produzidos pelo catabolismo corporal que ocorre durante a sessão de treinamento. Pós esforço físico uma taxa maior de energia que o normal de repouso é necessária para recuperação dos “desgastes” produzidos durante o treinamento. Como o metabolismo preponderante no pós treino é o aeróbio (de gordura e de glicose) é identificado um consumo maior de oxigênio que o esperado para o repouso. Tal relação fisiológica é conhecida pala sigla EPOC que expressa termos em língua inglesa Exess Post-Exercise Oxigen Consumption, isto é CONSUMO EXCESSIVO DE OXIGÊNIO PÓS EXERCÍCIO.

Assista ao vídeo e conheça melhor esta relação.